Colégio Web

Quem foi Günter Grass?

Publicidade

O dia 13 de abril de 2015 marcou a data da perda para o mundo da literatura de uma figura especialmente importante, o alemão Günter Grass, que recebeu o cobiçado Prêmio Nobel de Literatura de 1999, dentre outras coisas.

Mas você sabe quem foi Günter Grass? Pois para te ajudar a responder a esta pergunta, nós vamos repassar um pouco de sua história e também de sua carreira, para que você possa conhecê-lo melhor.

Nascimento e juventude

Grass Günter

Nascido em Danzig (atual Gdansk, na Polônia) no dia 16 de outubro de 1927, Günter Wilhelm Grass foi um jovem sensível e com uma visão aguçada do mundo em que vivia, mas que não conseguiu escapar de ser convocado para servir nas forças armadas alemãs.

Günter Grass foi convocado para servir para Alemanha Nazista na Waffen-SS aos dezessete anos de idade, lutando em parte da Segunda Guerra Mundial, sendo ferido em batalha em 1945.

Ele foi preso posteriormente, e acabou sendo libertado no ano seguinte, recomeçando sua vida exercendo o trabalho em minas e também em fazendas, além de ter também trabalhado como pedreiro, entre outras coisas.

Academia de Artes de Berlim

No entanto, foi nesta época que ele começou a desenvolver melhor seus dotes artísticos, estudando desenho e escultura na Academia de Arte de Düsseldorf ainda em fins da década de 1940.

Depois disto, ele passaria a frequentar a famosa Academia de Artes de Berlim, onde estudou entre 1953 e 1955, conhecendo figurar importantes e se familiarizando ainda mais com os círculos intelectuais alemães.

Seu gosto por poemas era notório e presente desde a adolescência, mas foi nesta época que ele passou a escrevê-los com maior frequência, os lendo para um grupo de escritores importantes chamado de Grupo 47.

Günter Grass

Paris

Em 1956, Günter se muda para Paris, onde ele passa a se dedicar quase que exclusivamente à literatura, publicando seu primeiro livro, o romance de temática social “Die Blechtrommel” (O Tambor), que foi seu primeiro sucesso.

Depois disto, vários foram os seus lançamentos, sempre fazendo da temática social e da sua visão de esquerda o principal pano de fundo para seus escritos mais importantes.

“Unkenrufe”, de 1992, traduzido no Brasil como “Maus Presságios”, é um de seus lançamentos mais importantes das últimas décadas, sendo que muito de seu prestígio se viu abalado pela revelação tardia de que ele tinha atuado na Waffen-SS (a tropa de elite do exército nazista).

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados