Colégio Web

Diferenças entre cantigas de amigo, amor e escárnio

Publicidade

Nem sempre a literatura foi isso que conhecemos hoje, com grandes obras em prosa e poesia, livros com infinidades de páginas e capítulos e diversos períodos literários.

Em seus primórdios, a produção literária era feita na forma de cantigas, pois eram recitadas para que a população – que em sua grande parte era analfabeta – pudesse entender o que se estava sendo dito.

Quando falamos da língua portuguesa, temos o trovadorismo como aquilo que é considerado a primeira manifestação literária de nossa língua. Este primeiro período literário surgiu lá atrás no século 12 durante a Idade Média, período em que Portugal estava começando a se constituir como país, como nação.

O trovadorismo ganhou este nome porque era realizado por pessoas chamadas de trovadores, que eram os artistas medievais que compunham e cantavam suas obras acompanhados de instrumentos musicais, daí o nome “cantiga”. Mais do que apresentadas ao público, estas cantigas foram também manuscritas em livros que ficaram conhecidas como cancioneiros.

Cada uma dessas cantigas lidava com um assunto e uma temática particular, ganhando por isso um nome específico. É exatamente para que você saiba mais sobre as cantigas de amigo, de amor e de escárnio que nós reunimos aqui uma série de informações sobre elas.

Diferenças entre cantigas de amigo, amor e escárnio

Cantiga de amigo

Apesar de serem escritas por homens, as cantigas de amigo tinham no seu eu-lírico sempre uma mulher. O tema principal tratado neste tipo de cantiga era a lamentação feminina pela falta que sentia do amado. Vale ressaltar que, neste tipo de cantiga, a palavra amigo não é utilizada no sentido que damos a ela hoje.

Aqui, amigo é sempre utilizado no sentido de namorado. Portanto, se encontrar uma cantiga sobre uma mulher lamentando a falta de seu homem amado, não tenha dúvida, é uma cantiga de amigo.

Cantiga de amor

Ao contrário do que acontece nas cantigas de amigo, as cantigas de amor sempre apresentam um eu-lírico homem. O tema mais comum deste tipo específico de cantiga é o amor não correspondido.

É possível perceber que neste tipo de cantiga o trovador vai destacar em seu texto as qualidades da mulher amada, se colocando como seu vassalo, ou seja, como alguém inferior a ela, enquanto colocava a mulher como pura e inatingível.

Diferenças entre cantigas de amigo, amor e escárnio

Com isso, nós podemos perceber a presença da sociedade hierárquica da época (feudalismo) pela relação entre homem e mulher amada, onde o homem é vassalo da mulher amada, que é vista como suserana, esperando receber algo em troca desta relação.

Cantiga de escárnio

Nem só de amores e saudades viviam as cantigas do trovadorismo, prova disso são as cantigas de escárnio, também conhecidas como canções de maldizer. Aqui, eram realizadas sátiras de maneira indireta, sempre utilizando palavras e frases com duplo sentido para isso.

Uma característica das cantigas de escárnio é que o nome das pessoas que eram satirizadas nas cantigas nunca aparecia. Aqui, as principais características que se destacam nos textos são a ironia e o sarcasmo, ambos sempre bastante evidentes em todas as cantigas.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados