Colégio Web

A epistasia dominante

Publicidade

A epistasia dominante
Na epistasia dominante o gene dominante impede a manifestação do gene recessivo. 

Um exemplo muito comum de epistasia dominante é a cor do pêlo dos cães que é determinada por dois pares de genes com segregação independente: Bb e Ii. 
Vejamos o quadro abaixo:
 

Se observarmos a tabela acima, veremos que quando um genótipo possui um gene I, a sua cor será branca. Pois o gene I omite a manifestação da cor que é determinada pelos genes B e b, sendo que B determina a cor preta e b a cor marrom. Isso quer dizer que o gene I é epistático, em relação á B e b.
O gene i permite a manifestação da cor, porém só quando o genótipo possuir ii é que poderá manifestar a cor.

Veja no esquema abaixo, o cruzamento de dois animais diíbridos: 

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados