Colégio Web

Quimiotropismo

Publicidade

O quimiotropismo está relacionado com o crescimento do vegetal através do estímulo de substâncias químicas.

Como exemplo, podemos citar o que ocorre com as angiospermas, que é o crescimento do tubo polínico que vai de encontro á oosfera.

Tropismo é um movimento que altera a direção de crescimento de um organismo vivo. Ou de parte desse organismo. Sempre por conta de um fator externo. Quando o tropismo acontece, há tropismo positivo quando há direcionamento para o fator estimulante. Já nas direções contrárias, fala-se em tropismo negativo.

Da mesma forma que o nastismo, o tropismo envolve crescimento a partir de deslocamentos dos organismos. Assim, por conta dos fatores externos, ocorre o tactismo.

Tropismos são bastante observados nos vegetais, mas ocorrem em vírus, fungos e outros seres vivos. Quando um vírus infecta um organismo, tende a acontecer ataques nos tecidos ou mesmo nos órgãos. A depender da potência do vírus, como é o caso do vírus da AIDS, se pode observar tropismos positivos na região do sistema imunológico.
Quando os vírus infectam um organismo eles tendem a atacar determinados tecidos ou órgãos de acordo com a capacidade do vírus e as características do local atacado. Então dizemos, por exemplo, que o vírus da AIDS “tem tropismo positivo” por células do sistema imunológico, porque ele só ataca estas células.

As mudanças na direção vão depender de como o fator estimulante incidiu no organismo vivo. Sobre o vegetal, ele incide de forma unilateral e provoca distribuição que não é regular e age na auxina. Essa substância ativa o crescimento da planta, sendo comum o indolacético apresentar mudanças nas características. O transporte lateral é a teoria mais aceita para essa disforme produção e destruição de parte do vegetal.

O quimiotropismo acontece quando os organismos crescem direcionados por estímulos químicos minerais ou por conta da água.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados