Colégio Web

O Congresso de Viena

Publicidade

Quando Napoleão Bonaparte abdica em 1814 e termina sua era, as nações envolvidas nas guerras iniciadas por ele começam a se articular na capital da Áustria, Viena. Ali discutem os rumos do mundo europeu a partir de então. A essa reunião deu-se o nome de Congresso de Viena.

França, Prússia, Rússia e Grã-Bretanha fizeram parte das discussões. Entre os representantes oficiais: o príncipe austríaco Klemens Metternich, o diplomata francês Charles Talleyrand, o czar russo Alexandre I, o primeiro-ministro inglês Visconde de Castlereagh e Frederico Guilherme III, representante da Prússia.

A ideia principal daquela reunião era a retomada do modelo de política que colocava a Europa de forma estruturada como antes do domínio de Napoleão. Retomar o Antigo Regime era o objetivo primordial. Reprimir revoluções e ideias mais liberais acabou sendo o principal entrave nas discussões.

Matternich, da Áustria, defendeu que o bloco retornasse a concentração de poder para antigas famílias da aristocracia. Assim, estariam resguardados os momentos de paz no continente para que revoluções não fossem plantadas.

Dois princípios gerais foram defendidos pelo grupo: que cada dinastia tinha o poder do momento anterior à chegada de Napoleão. Portanto, deveriam retomar territórios e tronos. Além disso, cada potencia deveria ter direito sobre o território conquistado ao longo da guerra com a França. Ali permaneceriam por merecimento em função de tantas lutas na guerra contra o revolucionário francês.

A longo prazo, a nação mais beneficiada foi a Inglaterra. Com garantias de hegemonia militar e benesses comerciais na área oceânica. Assim, conquistou avanços políticos e econômicos.

O retorno à antiga ordem também fez com que tais nações revessem os espaços geopolíticos da Europa. Muitos impactos foram observados após o conflito e império napoleônico. Neste contexto, o czar russo quis a criação de uma aliança composta por Rússia, Prússia e Áustria. A chamada Santa Aliança tinha por objetivo garantir que tais países mantivessem a hegemonia e fossem duros no combate às revoluções de cunho liberal.

Congresso de Viena

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados