Colégio Web

Fatores das revoluções de 1848

Publicidade

4. Fatores das revoluções de 1848

Existiram de fato três forças das revoluções de 1848:

– o liberalismo: antagonista às limitações determinadas pela Monarquia absoluta.
– o nacionalismo: pretende unir os povos de mesma origem e cultura.
– o socialismo: defende a igualdade social por meio de reformas radicais.

Entre os anos de 1846 e 1848 a situação das classes inferiores se agravou com a má fase das colheitas na Europa Ocidental e Oriental, aumentando o preço dos produtos agrícolas. 

A indústria também passava por uma crise, principalmente o setor têxtil, devido a superprodução. 

Os bens financeiros dos Estados foram conduzidos para a aquisição de trigo na Rússia e nos Estados Unidos. Isso prejudicou as intenções industriais e a construção de ferrovias. 

Houve uma estagnação econômica geral. A pobreza causou um descontentamento político geral, e a massa dos camponeses e proletariados reivindicavam melhores condições de vida e igualdade nos recursos. 

Na verdade, formavam-se idéias socialistas, porém não existia um partido socialista organizado que orientasse essas classes. Então, os liberais e nacionalistas, formados pela burguesia, ficaram encarregados de se opor ao governo, apoiados pela massa, sem orientação própria.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados