Colégio Web

Você já ouviu falar do Plano Marshall?

Publicidade

Era o ano de 1947, o mundo ainda se recuperava de um dos acontecimentos mais tristes da historia humana, a Segunda Grande Guerra.

Depois do sufoco final, dois anos após o fim da guerra, os países europeus estavam praticamente falidos, com uma economia fraca e muitas cidades em ruínas. Era preciso um plano que pudesse dar fôlego aos negócios, tanto na Europa como nos EUA.

Quando começou o Plano Marshall?

Plano Marshall

Foi apresentado na Universidade de Harvard em julho de 1947. Orquestrado pelos EUA e denominado como Programa de Recuperação Europeia, ficou popularmente conhecido por Plano Marshall, porque foi apresentado pelo então secretário de Estado dos Estados Unidos da América, George Marshall, um general combatente premiado com o Nobel da Paz em 1953.

Este plano foi desenvolvido em um encontro de todos os estados europeus, ao todo 16 países menos a União Soviética, na pessoa de seu presidente Joseph Stalin, que não quis participar nem permitiu que os países sob o seu controle pudessem receber qualquer ajuda americana, financeira ou técnica, acreditando que seria uma ameaça a sua soberania. E, a partir daí, começa a conhecida Guerra Fria.

O que foi esse Plano Marshall?

Desenvolvido para recuperar a economia e dar ajuda financeira para os países europeus pós-guerra, este auxílio contemplou os países que foram aliados dos EUA. Esta assistência técnica e financeira permitiu que estas nações saíssem do vermelho e reorganizassem a economia. Os gastos com foram em torno de 13 bilhões de dólares.

Quando o plano se completou todas estas economias se recuperaram dando um fôlego à economia mundial com prosperidade e crescimento.

Marshall Plano

O que os EUA ganharam com o Plano Marshall?

Ao primeiro momento pode-se constatar que o interesse norte americano estava na própria economia mundial que, de certa forma, dependia também dos países europeus. Outra consequência, talvez intencional, foi dar ajuda técnica norte americana que, ao ser adotada por estes países, tornara-os dependentes deles. Inicialmente a ajuda foi com alimentos, fertilizantes e rações. Depois foram os produtos semi-industrializados como veículos, máquinas e combustíveis.

A verdade é que, após o Plano Marshall, os EUA assumiram definitivamente a liderança mundial, deixando países como Rússia e Inglaterra para trás. Muitos dos governos ajudados tornaram-se dependentes, outros, no entanto, cresceram e se mantiveram economicamente prósperos.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados