Colégio Web

Tratado de Tordesilhas: o que você sabe a respeito?

Publicidade

Depois do retorno de Cristóvão Colombo do chamado Novo Mundo, a Espanha temia que suas recentes descobertas fossem desrespeitadas por Portugal. Estes dois países eram as potências militares e econômicas da época.

Então, os chamados Reis Católicos, Fernando e Isabel, logo procuraram o papa, que também era espanhol, Alexandre VI, para reivindicarem e assegurarem os seus territórios recém descobertos por Colombo, na América Central.

A Espanha fez tudo isso para inibir e desencorajar Portugal e outros possíveis rivais a não interferirem no seu mais novo território. Então, o papa logo concedeu aos Reis espanhóis católicos uma bula que garantia exclusividade sobre todas as terras descobertas e ainda por descobrir.

O papa traçou uma linha demarcatória de 100 léguas, a partir do oeste da ilha de Cabo Verde, para a Espanha, e a leste para Portugal. Em contrapartida, a Espanha prometeu espalhar a religião cristã em todo território conquistado.

Tordesilhas Tratado

Um Rei descontente

Em Portugal, o Rei D. João II não ficou nada contente com essa recomendação papal, pois a julgou insatisfatória para suas futuras descobertas. Logo percebeu que as suas expedições à África ficariam comprometidas pelo pouco espaço que tinham para avançar.

O povoado de Tordesilhas

Tratado Tordesilha sEntão, em um povoado espanhol chamado Tordesilhas, embaixadores enviados por Portugal e Espanha assinaram um outro tratado, em 7 de junho de 1494, desta vez aumentando a divisão feita pelo papa, movendo a linha para 370 léguas – cerca de 1.900 km – tanto para o leste como para o oeste.

Somente em 1507 este tratado foi reconhecido pelo papa Júlio II, que ratificou essa decisão. A verdade é que nenhum dos dois países sabiam exatamente que terras possuíam de fato, tanto que Pedro Alvares Cabral aportou no Brasil, anos depois, sem saber onde tinha chegado.

Um tratado firmado, mas nunca cumprido

E, de acordo com o Tratado de Tordesilhas, a região brasileira que pertencia a Portugal ia somente de Belém do Pará ao Paraná. Tanto portugueses como brasileiros avançaram sobre o território espanhol, sem levarem em consideração  o tratado. Muitos nem sabiam da existência dele. E, como a Espanha estava muito ocupada com as suas colonizações nas regiões no hemisfério ocidental, no México, não se preocupou em colonizar estas terras.

Potências como a Inglaterra, França e os Países Baixos nunca reconheceram esse tratado e nenhum outro que fazia algum tipo de marcação ou controle de terras a se conquistar.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados