Colégio Web

Qual a maneira mais efetiva de estudar história?

Publicidade

Na escola, aprendemos muitas matérias e todas ao mesmo tempo. Além disso, cada uma delas ensina um assunto diferente a cada aula, dificultando para que os alunos entendam tudo que poderiam, criando uma verdadeira mistura de conhecimentos no cérebro.

No entanto, se os garotos e garotas passassem a estudar de maneira diferente para cada matéria, perceberiam que tirariam melhores notas e entenderiam mais cada assunto. Por exemplo, em matemática sabemos que apenas ler não é o suficiente, precisamos praticar também. Mas e em outras disciplinas?

3 dicas para estudar história

Totalmente oposto de exatas, a matéria de História tem grande quantidade de informações que apenas lendo e relendo trazem bons resultados. Isso acontece, pois cada pessoa, cada país e cada acontecimento têm suas peculiaridades e complexidades.

As datas estão sempre muito presentes, muitas vezes nos perdemos no meio da história, sem saber se estamos a frente ou atrás de determinado período. Confundimos também as características de cada pessoa importante, errando nacionalidades e ações mais importantes de suas vidas, por exemplo.

Por esta razão, muitos alunos não gostam da disciplina. Pensam que é necessário decorar! Saiba que isso não é verdade. Decorar algo é para curto prazo e muitas vezes nos deixa na mão, principalmente quando não sabemos controlar o nervosismo.

O caminho é aprender de verdade! Veja 3 dicas que te auxiliará a ter resultados otimizados em relação a história.

Como estudar história

1# – Criar uma linha do tempo

O grande “problema” da história é que muitas coisas aconteceram simultaneamente. Os alunos aprendem um determinado tópico em sala de aula que se passou no mesmo período que outro tópico que a professora já ensinou, mas nenhuma delas se cruzaram, pois ocorreram em países diferentes.

Pode parecer que não, mas isso confunde bastante. Principalmente, quando há períodos interligados entre si, mas não sabemos qual foi antes, qual foi depois ou o quanto antes foi, quanto depois foi. Entende?

Uma boa saída é fazer uma linha do tempo com a matéria que a professora está passando. É importante ressaltar que é bom sempre deixa-la em aberta, pois assim poderá incluir novas informações quando quiser. Ao ter controle do tempo, terá controle da disciplina. Teste e perceba!

2# – Fazer fichamento

Diferente de matemática, fazer um fichamento do conteúdo de história é ótimo! Existem muitas informações importantes e outras, nem tanto, portanto ao extrair o que há de melhor, você condensará todas as informações em outro papel, facilitando os estudos.

Além disso, ele pode ser o suficiente para você interligar os fatos e já saber o que dizer. Ao entender a matéria, basta que poucas palavras apareçam para que consiga desenvolver todo o conteúdo.

3# – Encontrar lógica nas informações

Como já dissemos, decorar nunca é o melhor caminho. Nem mesmo datas e locais, pois tudo tem uma lógica e faz sentido. Se você conseguir captar esta essência, não ficará nada difícil para ter a informação na sua cabeça por muito tempo.

Procure entender o porquê que determinada pessoa nasceu em determinado país. Quando pensar em nascimento, não é necessário saber qual dia e mês que a pessoa faz aniversário, mas é importante entender o período a qual ela se encontra, e isso é fácil de ser compreendido ao ver a linha do tempo.

Bons estudos!

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados