Colégio Web

Os Papas mais marcantes da história

Publicidade

Ao longo da história, a Igreja Católica se consolidou com uma das instituições mais importantes para o funcionamento do mundo – além de ser a mais antiga de que se tem notícia. Muitos homens estiveram à frente da Igreja no decorrer desses milhares de anos, ocupando posições elevadas. Os Papas, por exemplo, podem ser considerados os chefes supremos da hierarquia católica. Mesmo que você não seja católico, sabe o nome de pelo menos um deles. Veja, a seguir, quais os Papas mais marcantes da história.

1. Papa João Paulo II

Papa Marcantes

O Papa João Paulo II, cujo nome verdadeiro é Karol Józef Wojtyla, de naturalidade polonesa, pode ser considerado um dos Papas mais populares da história. Ascendeu à posição de Chefe Supremo da Igreja Católica em 16 de outubro de 1978 e permaneceu até 02 de abril de 2005, data da sua morte. Ao todo, foram 26 anos de missão, o terceiro maior reinado pontificado de todos. João Paulo II tinha uma forte ligação com os jovens, fazendo o possível para estar sempre na sua presença e conversando com eles.

Também se esforçou bastante para estabelecer contato com as diversas religiões e povos; estima-se que ele tenha viajado para cerca de 130 países (ele visitou o Brasil e 04 ocasiões). Reconhecido por sua bondade e carisma, reuniu multidões por onde passou.

2. Papa Francisco

Após a abdicação de Bento XVI, em 2013, os católicos esperaram ansiosos pela escolha do 266º Papa. O eleito foi o argentino Jorge Mario Bergoglio, o primeiro Papa latino-americano da história da Igreja Católica. Devido à sua devoção por São Francisco de Assis, ele escolheu ser nomeado de Papa Francisco.

O seu trabalho à frente da arquidiocese de Buenos Aires já havia sido reconhecido pelo Papa João Paulo II. O Papa Francisco não tem medo de expor as suas opiniões, falando abertamente sobre temas polêmicos, como o aborto e a homossexualidade. Além disso, assim como João Paulo II, ele tem uma relação muito estreita com a comunidade jovem. Em julho de 2014, ele participou da JMJ (Jornada Mundial da Juventude) realizada aqui, no Brasil.

Os Papas mais marcantes da história

3. São Pedro

São Pedro, apóstolo mais querido de Jesus Cristo, é considerado o primeiro bispo de Roma e, consequentemente, o primeiro Papa da Igreja Católica. Todos os Papas escolhidos posteriormente são responsáveis por continuar o trabalho de Pedro, não podendo substituí-lo.

Ele possui o mais longo pontificado da história. Pedro foi capturado pelos romanos e, considerando-se indigno de morrer como Jesus, pediu que o crucificassem de cabeça para baixo.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados