Colégio Web

O papel da investigação histórica

1As histórias policiais correspondem a um dos estilos literários de maior apreciação no meio da literatura. Quem não se recorda dos diversos personagens do escritor inglês Sir Arthur Conan Doyle? As que envolvem Sherlock Holmes, por exemplo, são as mais aplaudidas e solicitadas pelo público. Tudo o que envolve a investigação de um crime faz os nossos olhos crescerem de curiosidade. O gênero policial varia no texto de papel, televisão e cinema. Mas em todos esses formatos sempre conquistou e vai continuar levando públicos ao delírio. Mas, o nosso tema é história policial? Não! Mas é um outro tipo de história que se assemelha a essa. O trabalho de um investigador de polícia? Não de novo…estamos querendo lhe apresentar o perfil do investigador da História. Vamos falar do papel do historiador.

Publicidade

Se os policiais na maioria das vezes estão incumbidos de solucionar crimes, localizar assassinos ou perseguir um marginal, o que estaria procurando o historiador? No caso do policial, ele vai ter critérios norteadores da investigação. Vai avaliar o que dizem as testemunhas, ficar atento a todos os vestígios. Investigação vem justamente de “procurar vestígios”.

Da mesma maneira, os historiadores querem entender e compreender o passado. De forma objetiva, entender as diversas motivações e momentos nos fatos variados dos séculos que nos antecederam. O que as primeiras civilizações nos deixaram de legado, quais os fracassos e tragédias? Diferente de um cenário de crime, o investigador histórico vai se localizar a partir das ações humanas. Quer um exemplo? Toda a história da Grécia Antiga. Desde o modo dos gregos se vestirem até suas contribuições para a ciência e medicina.

O que atrai o historiador?

2Se o policial observa marcas de sangue, roupas e locais do crime, qual seria o objeto de atração do olhar do historiador? Uma palavra esculpida em uma pedra, restos de um animal ou mesmo um esqueleto. Todos esses elementos e vários outros acabam sendo preciosidades históricas. No trabalho histórico a ciência também sempre busca estabelecer comparações no processo da investigação. Assim como o policial, o historiador também segue pistas, tais quais as de Sherlock Holmes.

Dessa forma, podemos dizer que o policial e o investigador histórico desenvolvem métodos de investigação. Se um historiador encontra um vestígio, não pode ocultá-lo. É preciso que as questões sejam apresentadas ao presente de forma a contribuir com as civilizações.

E você, o que acha desses dois importantes elementos? Se encaixa mais no perfil de investigador ou policial? Qual dos mundos mais lhe atrai? Entender a mente de um criminoso ou saber como chegamos até aqui? Quais histórias de investigações policiais mais lhe atraíram até hoje? E no mundo secular que vivemos, quais mistérios revelados mais lhe impressionaram sobre nossos ancestrais? Compartilhe suas ideias conosco, deixei suas sugestões e dúvidas!

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados