Colégio Web

O fim da escravidão e a imigração para o Brasil

A escravidão terminou no Brasil quase no fim do século XIX. Para que as fazendas continuassem com mão-de-obra, foi preciso que imigrantes chegassem. Veja!

Publicidade

Os escravos africanos não aceitavam a situação de degradação e tortura que eram submetidos, mas poucos conseguiam fugir. Eles eram proibidos de preservar as suas origens e tradições.

Quando conseguiam fugir, corriam para as matas e formavam grupos conhecido como quilombos. Essa palavra é de origem africana que significa união. Um dos mais famosos quilombos no Brasil foi o de Palmares, que era localizado, atualmente, no estado de Alagoas e o seu importante líder e guerreiro foi Zumbi – “Zumbi dos Palmares”.

ZUmbi

Algumas pessoas que não eram escravas também não aceitavam essa situação, ou seja, a forma terrível que outro ser humano era tratado. Essas pessoas eram contra a escravidão e começaram a defendê-los iniciando um grande movimento para a libertação dessas pessoas. Esses brasileiros líderes desse novo movimento foram chamados de abolicionistas. Sendo assim, as fugas das pessoas escravizadas junto com a luta dos abolicionistas intensificaram o que seria o fim da escravidão no Brasil.

Um grande dia marcante na história foi o 13 de maio de 1888, quando a princesa Isabel assinou a Lei Áurea, que libertava todas as pessoas da escravidão. Nessa data, todas as pessoas tornaram-se livres para viver suas vidas em liberdade e cultivar suas crenças e tradições, preservando sua cultura e suas raízes.

Início da imigração em massa

Com o fim da escravidão no Brasil, os africanos e seus descendentes eram livres, mas não tinham como sobreviver, pois não tinham casa, comida ou trabalho.

Essas pessoas que antes realizavam o trabalho de graça agora teriam que ser pagas e os fazendeiros preferiam pagar para a realização do trabalho a outras pessoas que chegavam da Europa.

Por volta de 1900, a imigração vinda de diversos lugares da Europa e de outras regiões do mundo se tornou ainda mais comum após a assinatura da Lei Áurea. Essas pessoas vinham em busca de novas oportunidades para trabalhar nas lavouras substituindo os escravos.

navio dos imigrantes

Assim, recebemos em nosso país povos como os alemães, russos, árabes, chineses, poloneses, japoneses e outros imigrantes. Esse mistura de raças e de povos ajudou no desenvolvimento do nosso país e também no enriquecimento de nossa cultura.

Aos africanos quase nada sobrou, ou seja, os piores trabalhos. O nosso país possui uma grande mistura de costumes e cultura de todos esses povos, seja na música, na dança, na religião, na língua, na culinária e em toda a manifestação de arte.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados