Colégio Web

História do combustível

Publicidade

Você já parou para pensar como pode ter começado a ideia de se utilizar combustíveis? Provável que não, não é mesmo?

A verdade é que algo tão comum em nosso cotidiano, tão importante no nosso dia a dia, mas que, por ser algo tão antigo, desconhecemos a sua história e surgimento.

Para quem não sabe, o combustível é uma substância que, ao reagir com o oxigênio ou qualquer outro comburente, libera energia na forma de calor, chamas e gases. Essa liberação de energia pode ser utilizada em forma de energia potencial, de uma forma utilizável.

Algumas das substâncias mais comumente utilizadas com esse fim são: O carvão, a madeira e a turfa, mas existe uma infinidade de recursos com esse intuito.

Nas próximas linhas, falaremos algumas curiosidades a respeito de como começou a utilização de substâncias com essa finalidade.

Como começou a utilização de substâncias para combustíveis

História do combustível

1# – Madeira foi a primeira delas – O primeiro uso de combustível que se tem conhecimento foi a utilização da madeira.

Isso ocorreu cerca de dois milhões de anos atrás, e os responsáveis pela utilização eram os Homo Erectus.

A lenha era um instrumento de extrema importância com o objetivo de afastar temperaturas extremas no inverno, além de espantar animais ferozes e preparar alimentos.

Mesmo se tratando de um material bastante poluente, a madeira ainda é bastante utilizada com esse fim, principalmente quando falamos de países com pouco poder industrial.

2# – Derivados da madeira – Também os derivados da madeira, como o carvão vegetal, possui um histórico bem antigo de utilização com esse fim.

Desde pelo menos 6000 a.C, essa substância já era utilizada para os metais de fusão.

3# – Novas fontes de energia – Com a revolução industrial, entre os séculos XVIII e XIX, o carvão mineral também ganhou bastante força nesse quesito.

Tornando-se indispensável para o funcionamento dos primeiros motores movidos a vapor, essa substância foi caindo em desuso com o tempo.

Sinais de uma possível recuperação dele pode ser verificada com a crise no setor petrolífero.

História combustível

4# – Popularização dos automóveis – A partir do início do século XX, começa a popularização dos automóveis e, com isso, a busca por combustíveis de alto desempenho.

Os combustíveis fósseis, que até então só eram utilizados na obtenção de querosene, passam a ser constantemente explorados para a obtenção da gasolina. Também com a mesma finalidade, o diesel passou a ser outro combustível de grande utilização.

5# – Energia nuclear – Com imenso potencial de produção energética, a energia nuclear ganhou bastante força a partir da década de 40. Mesmo tento seu poder bastante reconhecido, esse tipo de fonte sempre teve muitas restrições por parte de autoridades políticas e ambientais, que temiam a construção de usinas nucleares e os possíveis impactos que elas poderiam causar na sociedade.

Com a necessidade de uma manutenção e controle bastante rigorosos, esse tipo de energia sempre encontrou alguns entraves no receio de acidentes com sérias proporções.

6# – Questões ambientais – Com as discussões em torno desse assunto, nos últimos anos, cresceram a procura por usinas hidrelétricas, placas de captação de energia solar e energia eólica como fontes de energia. É uma espécie de resposta à preocupação com o ambiente e os problemas que os combustíveis causam a ele.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados