Colégio Web

História das Farcs

A FARC é um grupo guerrilheiro armado, composto por uma milícia civil armada, pelo Partido Comunista Clandestino Colombiano, e pelos grupos de simpatizantes.

Publicidade

O liberalismo ortodoxo era um ensinamento capitalista que esteve em vigor desde o século XIX. E somente em 1929, é que o mundo começou a ver esta doutrina de uma outra forma.

Foi daí que começaram a refletir sobre a intercessão do Estado na economia, para diminuir a grande tendência dos Estados Unidos.

Medidas inadiáveis forma seguradas para atender as classes nacionais dos países dependentes que estavam pouco resistentes. 

No ano de 1948, as multinacionais estavam intervindo tanto que os grupos liberais e socialistas declararam guerra contra os o governo conservador. Ao final desta guerra, que durou muitos anos, os grupos dos liberais deixam o grupo das esquerdas para se aliar ao lado conservador.

No dia 27 de maio de 1964, ocorre a fundação da FARC (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia). Neste mesmo dia muitos soldados foram para Marquetália com o objetivo de conter 50 revoltosos fugitivos, que estavam sob o comando de Manuel Marulanda, o “Tiro Certo”. Estes 50 fugitivos se propagaram e formaram um grupo político de revolucionários com aproximadamente 30 mil homens, que agiam em todo o território nacional. Este grupo recebeu uma bandeira por terem tido a atitude de lutar pelo poder político para o povo todo.

Com a influência do Plano Colômbia ficou difícil o acordo de paz, e depois de muitas tentativas do governo de Pastrana, o presidente tenta acabar com os grupos revolucionários sem pensar na pobreza em que vive o país. 

No ano de 2003, Uribe faz um acordo de anistia com milícias paramilitares, que costumam armar ciladas em estradas rurais. E este acordo traz a suspeita de que Uribe tem ligação direta com estes comodistas de direita. 

Com a ajuda econômica-militar estadunidense e a propaganda falsa propaganda das FARC, as estratégias de guerra ficaram mais livres e violentas. E além disso, na Colômbia ainda tem as quadrilhas que dos bandoleiros, que tiram proveito das situações para efetuarem assaltos nas estradas desertas da região. E consequentemente fica difícil a deslocação e a verdade sobre o país não é noticiada. 

No ano de 2004 o Plano Colômbia foi substituído pelo Plano Patriota, que praticamente é igual ao anterior, mas só um pouco mais rico. Este plano faz uma mediação militar muito evidente no centro da Amazônia sul-americana, que é uma região com uma riqueza natural incomparável. 

O EUA apóiam o governo oficial, fornecendo materiais como armas, helicópteros e até dinheiro. Mas o pior é que eles também contribuem com o derramamento de substancias químicas nas regiões onde os guerrilheiros estão escondidos, e os rios destas regiões contaminadas deságuam no rio da Amazônia brasileira. 

Por outro lado as FARC não param de atacar estes inimigos, e em 2003 faziam mais de 12 ataques diariamente e foram executados por volta de 5.000 paramilitares. 

A FARC é um grupo guerrilheiro armado, composto por uma milícia civil armada, pelo Partido Comunista Clandestino Colombiano, e pelos grupos de simpatizantes. Estes grupos dão apoio desde ás ações revolucionárias de guerra, apóiam os revoltosos em atividades sigilosas, até o apoio ao abastecimento alimentício. 

A maioria dos guerrilheiros da FARC são camponeses, mas também há alguns guerrilheiros com mais formação, que estão estudando Política, Psicologia e Economia para assumirem os cargos de comando, mas todos acreditam na FARC como uma forma de mudar a política do país.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados