Colégio Web

História da Queda do Muro de Berlim

Publicidade

Neste mês de novembro, são celebrados na Alemanha, com muito fervor, os 25 anos da Queda do Muro de Berlim, que é um dos acontecimentos mais importantes da segunda metade do século XX.

E por este motivo, vamos procurar entender melhor a História por trás deste evento tão grandioso, que significou, entre outras coisas, o início do colapso do Império Soviético, a Queda do Mudo de Berlim.

Construído pela República Democrática Alemã, mais conhecida como Alemanha Oriental, o Muro de Berlim foi uma barreira física criada para circundar Berlim Ocidental, que tinha orientação capitalista, da porção da Berlim Oriental, de orientação socialista.

O muro representava também uma divisão entre dois mundos, o bloco capitalista e o bloco socialista, e por este motivo, é um dos símbolos do que se entende por Guerra Fria e também representou uma época difícil para História recente da humanidade.

O início da queda

Queda do Muro de Berlim

O Muro de Berlim começou a ser demolido durante a noite do dia 9 de novembro de 1989, exatamente 28 anos depois de ter sido erguido, em um processo que ficou conhecido pelos alemães e também pelo restante da humanidade como a Queda do Muro.

A queda propriamente dita se deu em virtude de grandes manifestações realizadas dos dois lados do muro, especialmente do lado ocidental, que pedia, entre outras coisas, mais liberdade para viajar.

E a grande quantidade de pessoas que fugiam para o lado ocidental de Berlim também acabou motivando a intensificação dos protestos pela derrubada do Muro de Berlim, que impedia, entre outras coisas, que pessoas do lado oriental tivessem oportunidades do lado ocidental.

O mal-entendido

Queda do Muro de Berlim 1989

O que de fato precipitou a Queda do Muro de Berlim, curiosamente, foi um mal-entendido dentro da cúpula de governo da Alemanha Oriental, que acabou causando uma espécie de reação em cadeia.

Na tarde de 9 de novembro de 1989, por meio de uma coletiva de imprensa transmitida ao vivo pela televisão para toda a Alemanha Oriental, o membro do Politburo do SED fez o anúncio de que o conselho de ministros tinha decidido pela abolição imediata de todas as restrições de viagens para o lado ocidental.

No entanto, esta informação deveria ser divulgada apenas no dia seguinte, já que a intenção da cúpula da Alemanha Oriental era informar as agências governamentais sobre o ocorrido.

Só que como a informação acabou sendo transmitida ao vivo pela televisão, rapidamente vários outros meios de comunicação começaram, dos dois lados de Berlim, a noticiar que haveria a abertura do Muro.

Com isso, milhares de pessoas dos dois lados se dirigiram ao Muro para pedir sua abertura, o que fez com que os membros do controle de passaporte da fronteira, sem saber o que fazer, acabasse por permitir a passagem das pessoas, o que levou ao evento que hoje conhecemos e celebramos.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados