Colégio Web

Grandes pensadores da Escola Austríaca

Publicidade

A Escola Austríaca, também conhecida como Escola de Viena, é uma das mais conhecidas escolas de pensamento econômico do mundo, responsável por fazer a análise de escolhas humanas subjetivas que abalam a economia e modelam o mercado moderno. O grupo de economistas envolvido nas discussões da Escola trabalha a partir de enfatizar ações do poder de organização espontânea do mecanismo de preços, estudando a partir de agentes econômicos, transações comerciais relacionadas às forças destes agentes e intervenções governamentais na economia de uma região ou país.

A partir de experimentos, teorias e análise interpretativa da história, os economistas envolvidos trabalham na visão de economia geral, descrevendo a análise da ação humana posicionada a partir de perspectivas diferenciadas, de agentes individuais, e seus reflexos no mercado contemporâneo global.

O que é a Escola Austríaca

Escola Austriaca

Como qualquer organização filosófica, a Escola Austríaca trabalha com o foco na ordem de pensamento econômico, centrando suas visões e abordagens sobre o mecanismo de preços envolto no mercado econômico atual. Trabalhando sobre a análise do ser humano com relação ao meio comercial, a escola austríaca analisa o pensamento econômico dominante e as principais influências no desenvolvimento econômico, cultivando debates sobre problemas relacionados à economia de mercado descentralizado.

Sua análise vai também dos princípios básicos de ação humana, num método conhecido com praxeologia, que discute a descoberta de leis econômicas fundamentais que se aplicam a toda a ação humana.

História da Escola e seus maiores nomes

A Escola Austríaca surge com força no século XX, com a ajuda de fundadores e adeptos austríacos. Economistas influentes daquela época, sendo ainda os maiores nomes no estudo de economia e mercado, incluem Carl Menger, Eugen von Bohm-Bawerk, Ludwig von Mises, Henry Hazlitt, Israel Kirzner, Murray Rothbard, entre outros.

Austriaca Escola

Considerada por muitos como participativa no pensamento econômico dominante, o debate se estendeu entre problemas do cálculo econômico, economia de livre mercado, economia planificada, estudo de crises financeiras, individualismo metodológico, agentes individuais na economia, entre outros.

Escola Austríaca no Brasil

A quarta edição da conferência de Escola Austríaca no Brasil aconteceu neste ano, nos dias 6 e 7 de Setembro, em São Paulo. A promoção do evento ocorreu pelo Instituto Ludwig von Mises Brasil, responsável por ser o maior representante nacional do evento, que consolida sua importância trazendo representantes de vários países para as edições nacionais. As principais discussões por aqui trataram de teorias relacionadas à filosofia libertária e à ciência econômica internacional.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados