Colégio Web

Detalhes das Crises do Petróleo no século XX

Publicidade

O petróleo foi descoberto no Irã no começo do século XX, e passou a ser usado como fonte de energia pelos países industrializados. Desde então, o Oriente Médio foi explorado por conta dessa riqueza.

Após a Segunda Guerra Mundial, as nações dessa região tomaram consciência dessa exploração e assumiram a produção desse combustível. Por conta da guerra, os outros países estavam fragilizados e tiveram que aceitar a nova política médio-oriental do petróleo.

1965

A primeira crise petrolífera ocorreu em 1965, quando o presidente do Egito nacionalizou o Canal de Suez. Isso fez o abastecimento de produtos nos países ocidentais ser interrompido, causando o aumento do preço dessa fonte de energia.

Crise do Petróleo

Década de 70

Em 1970, quando se descobriu que o petróleo não é um combustível renovável, os países produtores passaram a aumentar o preço do barril e a diminuir sua produção. Em 1973, esse preço quase que triplicou.

Nessa mesma época, a crise piorou entre as nações produtoras e o bloco capitalista por conta das guerras entre árabes e judeus pelo território da Palestina.

Os países árabes, produtores de petróleo, resolveram aumentar o preço do barril para quem apoiasse os judeus na Guerra de Yom Kippur (Dia do Perdão). Muitas nações se retiraram do conflito após isso.

Esse aumento de custo desestabilizou a economia norte-americana e europeia, chegando a impactar em países como o Brasil, que estava em plena época do Milagre Econômico.

Esse momento coincidiu com o final desse período econômico brasileiro, barrando os altos índices de desenvolvimento. Isso foi fundamental para a população começar a se rebelar contra o regime militar e trazer a tona todos os abusos do governo brasileiro da época

Consequências

A crise do petróleo que ocorreu em 73 enriqueceu muito os países árabes. Qatar, Kuwait, Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos e Líbia foram eles, formando as novas nações ricas do Oriente Médio.

O aumento do custo desse combustível, que ocorreu naquele ano, afetou o mundo todo. E isso trouxe a consciência de como a economia mundial era dependente desse produto.

Para escapar da fragilidade dessa dependência, as nações ocidentais passaram a buscar novas fontes de energia. O Brasil, por exemplo, passou a investir no uso do álcool como combustível.

Essa crise também levou ao aumento da desigualdade econômica no mundo, a diferença entre países ricos e pobres só cresceu.

Ela também não resolveu os conflitos entre árabes e judeus, que continuam a guerrear.

Petróleo Crise

Final da década de 70

Em 1979, o Irã passava por um revolução política que depôs o ditador Xá Reza Pahlevi e permitiu aos xiitas entrarem no poder. Isso desorganizou o setor de produção do petróleo no país, levando o preço do barril a 80 dólares.

Logo em seguida, o Irã entrou em guerra com o Iraque, que fez os dois reduzirem suas produções desse combustível fóssil, acarretando no aumento do custo do petróleo no mundo. Os dois países eram o maiores produtores na época e a oferta por esse produto acabou ficando para o mercado mundial.

1991

Em 1991, ocorreu a Guerra do Golfo, em que o Kuwait foi invadido pelo Iraque. Os Estados Unidos interviram no conflito, expulsando os iraquianos que incendiaram os poços de petróleo do Kuwait antes de irem embora. Isso causou uma crise econômica e ecológica.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados