Colégio Web

Detalhes da Guerra das Malvinas

Ocorrido em 2 de abril e 14 de junho de 1982, a Guerra das Malvinas foi um conflito militar que aconteceu entre os países da Argentina e o Reino Unido.

Publicidade

Ocorrido em 2 de abril e 14 de junho de 1982, a Guerra das Malvinas foi um conflito militar que aconteceu entre os países da Argentina e o Reino Unido.

As causas e os motivos que levaram ao conflito começou que durante o dia 2 de abril de 1982, as forças armadas da Argentina resolveram invadir as Ilhas Malvinas, conhecidas para os britânicos como Ilhas Falklands, que ficam localizadas a 464 km da costa argentina. O local é pouco habitado, porém, tem uma posição geográfica estratégica.

Os britânicos colonizaram o local desde 1833. Em 1982, a Argentina alegou que as Ilhas Malvinas deveriam ser incorporadas ao território da Argentina. Porém, havia também uma questão política envolvida na questão.

Malvinas Guerra

Em 1982, a Argentina era governada pelo presidente Galtiere e era uma ditadura. Com isso, a guerra era para ser uma forma de unir a opinião da população do país contra um inimigo externo e dar ênfase ao governo.

Por outro lado, quem estava no governo no Reino Unido era a ministra Margareth Thatcher que também passava um período de poupa popularidade e fez da guerra arma política interna.

Em 2 de abril de 1982 a Argentina tomou a posse do arquipélago, Port Stanley, que recebeu o nome de Puerto Argentino. O Reino Unido queria resolver a questão de forma pacífica, exigindo a saída das tropas argentinas. Mas, recusados pelos argentinos, os britânicos enviaram forças militares prontas para combater.

Com isso, aproximadamente 100 navios de guerra e 27 mil soldados britânicos chegaram às ilhas, além de aviões de guerra de última geração, enquanto os argentinos tinham apenas 40 navios de guerra.

No final, o resultado foi de que com a vasta superioridade militar, o Reino Unido foi o vencedor da guerra e conseguir manter o controle das Ilhas Malvinas. O governo trabalhista de Thatcher adquiriu força e ela conseguiu se tornar novamente a primeira-ministra.

Guerra das Malvinas

Enquanto a Argentina acabou entrando em uma grave crise econômica e política, além de ter o presidente Galtiere deposto e assim começou a dar início ao processo de redemocratização do país.

Segundo pesquisas o conflito militar durou 75 dias, com 258 britânicos e 649 argentinos que morreram na guerra.

Já no pós-guerra as relações entre britânicos e argentinos foram suspensas e somente voltaram em 1990. Porém, ainda há um clima pouco amigável entre as duas nações.

Por volta de 30 anos após a guerra, em fevereiro de 2012, o governo argentino quis realizar a reabertura do caso para negociações. Mas, o governo britânico recusou, provocando deixando um mal- estar entre os dois países.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados