Colégio Web

O que é o Destino Manifesto?

Publicidade

Existem passagens na história que são marcantes e que até hoje são estudadas em escolas de praticamente todo o mundo. Uma delas foi a doutrina do Destino Manifesto, uma filosofia que era divulgada pela ideia de predomínio mundial dos Estados Unidos.

Você provavelmente já ouviu este nome em alguma aula de história pelo menos uma vez na vida. Isso porque a doutrina foi muito famosa e até hoje reflete um pouco a megalomania que é observada nos Estados Unidos.

Mas é para explicar para você o que realmente foi o Destino Manifesto é que reunimos aqui uma série de informações sobre o assunto que vão ajudar você a ter o conceito da filosofia de maneira mais clara em sua cabeça.

Afinal de contas, o que foi o Destino Manifesto?

Destino Manifesto

A doutrina do Destino Manifesto é uma filosofia que surgiu durante a década de 1840 e que foi amplamente divulgada e utilizada até meados de 1880. Criada pelos Estados Unidos, a doutrina do Destino Manifesto expressava a crença do povo norte-americano de que este havia sido eleito por Deus para comandar o mundo.

Dessa forma, seria o expansionismo geopolítico norte-americano nada mais do que uma expressão da realização da vontade divina. Aqueles que defendiam o Destino Manifesto acreditavam que os povos da América não poderiam ser colonizados por países europeus, mas sim que deveriam governar a si próprios.

É exatamente por isso que Destino Manifesto acabou se tornando um termo histórico utilizado como uma espécie de sinônimo para a expansão territorial dos Estados Unidos tanto pelo Norte da América quanto pelo Oceano Pacífico.

Um exemplo muito claro da determinação sobre o domínio norte-americano que permeava a época é um discurso de 1857 do então presidente James Buchanan, em que ele diz o seguinte: “A expansão dos Estados Unidos sobre o continente americano, desde o Ártico até a América do Sul, é o destino de nossa raça (…) e nada pode detê-la”.

DestinoManifesto

Há quem diga que o Destino Manifesto influencie, desde a sua criação diversas ideologias e também as doutrinas imperialistas norte-americanas, se fazendo presente até os dias atuais.

O Destino Manifesto nada mais foi do que a concretização do sentimento de superioridade racial que permeia a filosofia dos Estados Unidos desde os seus primórdios. Isso porque desde sempre há uma ideia fixa do povo norte-americano de que estes seriam predestinados para se imporem sobre outros povos americanos descendentes de indígenas, hispânicos e também de escravos negros.

Prova disso é uma frase de uma propaganda política norte-americana muito divulgada durante o século 19: “be strong while having slaves”. Ou seja, ser forte enquanto se ter escravos.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados