Colégio Web

Como foi a Revolução Cubana?

Publicidade

Considerada um dos ápices da trajetória socialista e comunista do século XX ao lado da Revolução Russa de 1917, a Revolução Cubana de 1959 virou um marco para muitos outros movimentos guerrilheiros de orientação socialista nas Américas e no restante do mundo.

Ícones da cultura e da política mundial, bem como da cultura pop surgiram nela, como Fidel Castro e o lendário Ernesto “Che” Guevara surgiram durante a Revolução Cubana, e simplesmente entraram para a História do mundo.

Portanto, vamos conhecer um pouco mais, de modo claro e objetivo, como foi a Revolução Cubana, que é um dos momentos mais marcantes da História da humanidade durante o século XX.

Movimento 26 de julho

Revolução Cubana

Liderados pelo revolucionário Fidel Castro e contando com nomes como o de Ernesto “Che” Guevara (argentino de nascimento) e Raúl Castro (irmão mais novo de Fidel), o Movimento 26 de julho pretendia tirar do poder em Cuba o então ditador Fulgencio Batista.

O Movimento 26 de julho tinha este nome em virtude da data em que foi feito o famoso Assalto ao Quartel Moncada, que se deu em um 26 de julho de 1953, em uma ação que falhou e que resultou na prisão dos líderes do movimento, entre eles, Fidel Castro.

Fidel tinha sido libertado por Batista no ano seguinte, indo morar no México, de onde organizou um novo grupo para tentar iniciar uma luta armada em Cuba, para retirar de uma vez por todas Batista do poder.

É no México que um dos encontros mais decisivos do século XX se deu: o encontro entre o cubano Fidel Castro e o argentino Ernesto “Che” Guevara, que acabaria simpatizando com a causa do grupo cubano e se incorporaria a ele.

O navio

Revolução Cubana

Fidel organizou durante alguns anos o grupo do qual faziam parte, entre outros, “Che” Guevara e seu irmão mais novo Raúl Castro, para então comprar um barco, chamado “Granma” (que na verdade era um iate que mal comportava todos os guerrilheiros) e partir para Cuba.

Como era de se esperar, o Granma acabou sucumbindo ao esforço, e atrasou a chegada dos guerrilheiros em 2 dias, o que quase colocou tudo a perder, já que eles foram atacados pelas forças do governo, perdendo muitas vidas.

Sierra Maestra

Apesar das baixas, Fidel e os principais lideres do movimento armado conseguiram chegar até a Sierra Maestra, uma cadeia de montanhas no sudeste da ilha de Cuba e de lá, se reorganizaram e deram início às ofensivas que culminariam na queda do governo de Fulgencio Batista em janeiro de 1959.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados