Colégio Web

Guerra entre Líbano e Israel

Publicidade

No dia 12 de julho de 2006 houve uma ação desafiadora do grupo Xiitalibanês que causou um ataque em Israel, onde morreram oito soldados. Esse atentado tinha intenção de testar Ehudo Olmert, ministro israelense, para ver como ele se comportaria em crises militares, por não ter experiência. 

Após os ataques, Israel com medo de ser bombardeado, resolveu se defender aos ataques libaneses. Os israelenses atacaram um aeroporto militar, pois assim não poderiam chegar aviões com armamentos.

Para responder ao ataque, os islâmicos atacaram mísseis em duas cidades matando duas pessoas.
Em julho, Israel distribuiu panfletos no Líbano próximo às áreas do conflito, para que os civis saíssem de suas casas. Em seguida Israel fez vários ataques aéreos, navais e terrestres para desestruturar as forças de Hezbollah.

Depois de um mês de conflitos dos dois lados, o conselho de segurança da ONU, apresentou alguns dias de discussão para achar uma solução e acabar com o conflito. 

Fizeram uma votação, onde 15 membros do conselho de segurança aprovaram a resolução 1701 e colocaram fim nos ataques. Retiraram as tropas de Israel do território libanês, colocou na fronteira do sul do Líbano um grupo de missão da paz da ONU e libertaram os soldados israelenses. 


             Consequências da Guerra

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados