Colégio Web

Guerra dos Bálcãs


Região dos Balcãs

Publicidade

No século XIV a Península Balcânica foi conquistada por turcos, que no ano de 1878 foram derrotados pelos russos. 

Intervieram, para que a Rússia não acabasse com sua fome imperialista, que se• traduzia no expansionismo em direção aos Estreitos – Bósforo e Dardanelos – a Alemanha, a Áustria e a Inglaterra, para todas assinarem juntas o Tratado de Berlim, no ano de 1878. 

Com esse acordo nasceram a Sérvia, feita reino no ano de 1882, a Romênia, em 1881, e o Montenegro em 1908, muito mais tarde, mais conseqüência do mesmo espírito que dominou a assinatura da paz. 

Livres da dominação turca, no século XIX o desejo de excluir definitivamente a Turquia da Europa venceu o antagonismo mútuo desses povos, que se juntaram para constituir em 1912 a Liga Balcânica, integrada pela Sérvia, Montenegro, Grécia e Bulgária. 

Na Primeira Guerra Balcânica, no ano de 1912, a Turquia perdeu o território a E. de Enos-Mídia e a Albânia conseguiu sua independência. Na Segunda, em 1913, Sérvia e Grécia lutaram contra a Bulgária; a Dobrucha meridional passa à Romênia; Macedônia, à Sérvia; Salônica e a costa da Trácia, à Grécia. 

Uma Terceira Guerra Balcânica ocorreu entre a Grécia e a Turquia, tendo como motivo a Ilha de Creta, que no ano de 1913 se tornou autônoma.
O assassinato de Sarajevo motivou o ultimato austríaco à Sérvia, que serviu de pretexto ao desencadeamento da Primeira Guerra Mundial. 

A Romênia teve seu território aumentado, saindo a Bulgária debilitada. Foi criada a Iugoslávia da Sérvia (com Bósnia, Herzegovina e Montenegro), Croácia e Eslovênia.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados