Colégio Web

Guerra de Suez

Publicidade

No ano de 1956, Israel, com o apoio de França e Inglaterra, declarou guerra ao Egito. 

O motivo foi a nacionalização do canal de Suez e do fechamento do porto de Eilat, no golfo de Ácaba, pelo então presidente do Egito, Gamal Abdel Nasser. 

Com o fechamento da Eilat e a nacionalização do canal, os projetos judeus de irrigação do deserto de Neguev eram ameaçados e o único contato com o Mar Vermelho era cortado. 

Em seus ataques, Israel conquistou a península do Sinai e controlou o Golfo de Ácaba, reabrindo o porto de Eilat. Mas a press da União Soviética e dos Estados Unidos obrigaram Israel recuar às fronteiras de 1949, sob a supervisão das tropas da ONU. 

Nos anos 50, a resistência palestina se organizou, tendo o apoio da classe média degredada, que tinha maior acesso à participação política. Daí nasceu a uma importante organização de resistência, a Organização para a Libertação da Palestina, a OLP, fundada em 1964. 

Quando a guerra chegou ao fim, Nasser ganhou a liberdade de conservar o canal sob o seu controle. No entanto, o clima entre Israel e os árabes, ainda é bastante tenso. 


Bandeira de Israel marca a retomada da margem oriental do Canal de Suez

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados