Colégio Web

Você conhece o Canal da Mancha?

Publicidade

Uma das faixas de água mais famosas do mundo, o Canal da Mancha é um trecho que liga o Oceano Atlântico ao Mar do Norte, sendo uma das principais vias de comunicação entre diversas regiões da Europa como a França e a Inglaterra. Os franceses o conhecem como “La Manche”, enquanto os ingleses o chamam de “English Channel”. A tradução “Mancha” feita no português e espanhol é um erro, pois seguindo o termo “Manche” francês, a tradução correta seria “manga” (peça do vestuário), que se refere ao formato do canal de acordo com sua extensão.

Geografia

O canal é muito extenso, conhecido por sua enorme profundidade e grande dificuldade de travessia livre. Com aproximadamente 563 quilômetros de comprimento e sua parte mais larga com 240 quilômetros, o canal conta com várias intempéries de dinâmica, que se estreitam e se alargam ao desenvolvimento do mesmo. O ponto mais estreito, no estreito de Dover, conta com apenas 33 quilômetros de extensão.

Canal da Mancha

A profundidade do canal varia de 120 metros até 45 metros, seguindo as porções ocidentais e orientais. Com a construção do Eurotúnel, que une o canal, a extensão de 51 quilômetros se tornou muito mais cômoda para travessia de turistas. O projeto foi inaugurado em Maio de 1994, ligando a França e a Inglaterra de forma prática.

História

O Canal da Mancha salvou a Inglaterra de invasões em diversas ocasiões, tanto pelas tropas de Napoleão Bonaparte quanto pelos nazistas, no período de guerras. Servindo como barreira de proteção contra o resto do continente Europeu, o Canal sempre foi um trajeto perigoso, com rotas marítimas importantes como Dover-Calais, Newhaven-Dieppe, Poole-Cherbourg, entre outras.

Curiosidades

Mancha Canal

A circulação marítima no Canal da Mancha é uma das mais intensas do mundo, contando com mais de 250 navios circulando por ali todos os dias. Essa intensa circulação é prolongada pela ajuda do Eurotúnel, responsável pela travessia segura de viagens pelo canal. Inclusive, o mesmo túnel é a obra mais cara do mundo, paga inteiramente com dinheiro privado em seu consumo de seis bilhões de dólares. Ele se tornou, ainda, o segundo maior túnel ferroviário submarino do mundo.

O canal é muito conhecido por turistas aventureiros, pois todos os anos, é comum a recepção de viajantes de diversas nacionalidades que tentam fazer a travessia do canal a nado; A prática já resultou em mortes, como no caso da brasileira Renata Agondi, nadadora que ficou famosa pelo acidente.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados