Colégio Web

Taiwan: Nação ou Província?

Publicidade

A situação geopolítica de Taiwan é uma das maiores questões enfrentadas nesse tema pela Ásia, considerando algumas divergências que põem em dúvida a situação de seu governo em relação ao sistema chinês. Essa pergunta foi levantada a partir da vitória da Revolução Chinesa em 1949, quando a derrubada do governo de Chiang Kai-shek levou à instauração do governo socialista Mao-Tsé Tung, que culminou na saída do antigo governante do país.

Refugiando-se com seu Estado Maior e aproximados dois milhões de chineses na ilha de Taiwan, também conhecida como Formosa, Chiang acabou separado da China e, quando fugiu da parte continental, formou um governo autônomo nesta ilha.

Com o apoio dos Estados Unidos, a ilha de Taiwan acabou vigorando como uma divisão da China. A partir deste ocorrido, a nação seria dividida em duas: República Popular da China, que é a parte continental, e China Nacionalista, também chamada de Taiwan, que caracteriza a parte insular do local.

Representando os dois lados da Guerra Fria, assim como se fossem duas Chinas diferentes, ambos os lados enfrentam certa hostilidade em sua relação, apresentando até mesmo alguns conflitos armados nos primeiros anos de sua divisão.

Mas no que culminou esse assunto?

Posição de Taiwan sobre a divisão

Posição de Taiwan sobre a divisão

A China Nacionalista firma sua existência através do estreitamento de suas relações com os Estados Unidos, que serviram como grandes aliados na busca pela nacionalização. Em 1954, após o bombardeio que atacou o estreito de Formosa (promovido pela República Popular da China), os dois assinaram um acordo de defesa mútua, estreitando laços para um desempenho de parceria invejável ao continente asiático.

Graças a essa força, Taiwan se destacou no cenário econômico mundial, na politica em relação com o mercado externo e no compromisso com o governo norte-americano, que oferecia apoio e proteção militar para ambos os lados.

Taiwan Nação ou Província

Então… Nação ou província chinesa?

Com tanto sucesso na empreitada de divisão, Taiwan iniciou seu processo de democratização na década de 90, onde mantém ate hoje um governo próprio, eleito democraticamente, com instituições independentes, moeda nacional, forças armadas e toda formação de um Estado próprio. Apesar de tudo, o local não é reconhecido pela ONU como nação nem por organizações internacionais, mantendo relações diplomáticas com apenas 26 países.

Empenhada na reunificação, a China Popular considera Taiwan como uma província rebelde que faz parte de seu território, mas mesmo entre diversas manobras pela união, a vontade de independência fala mais alto.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados