Colégio Web

Somália: um país do comércio

Publicidade

Conforme dados históricos, a Somália – ou República Democrática Somali – teve muita importância comercial desde a antiguidade, sendo um excelente fornecedor de especiarias de grande valor como mirra, incenso e pedrarias.

Ainda na antiguidade, negociava com o Egito, Fenícia e até com os babilônicos, povo reconhecidamente mercantil.

Os Punties

Soma Lia

A história diz, ainda, que os somalis eram os antigos Punties, povo que mantinha um estreito laço com os faraós. Tanto que as estruturas piramidais, com casas antigas e templos suntuosos vêm desta relação.

Também faziam trocas comerciais com a península arábica – e por causa dessa intensa permuta mercantil com mulçumanos e árabes, os mercadores somalis acabaram por conhecerem o Islã e, de forma gradativa, essa religião foi sendo trazida para a Somália. O Islamismo é a religião oficial predominante, com cerca de 96% da população.

A cidade de Mogadíscio chegou a ser chamada de cidade do Islâ. E foi também esta cidade que controlou toda a venda do ouro do Leste Africano.

A Somália da resistência

O capítulo mais triste do país aconteceu do final do século XIX para o ínicio do século XX, quando exércitos dos impérios europeus tentaram aportar no Chifre da África, com o fim de colonizar toda essa área. E aí começou uma longa luta de resistência.

Por causa da existência do Estado Dervixe, a Somália nunca foi colonizada totalmente. Aliou-se ao estado Otomano e depois ao Império alemão. E, na Primeira Grande Guerra Mundial, manteve-se independente.

Os Dervixes foram derrotados no ano de 1920 pelo reino Unido, que transformou parte do Estado dervixe em seu protetorado. Atualmente, a Somália é, ao norte, um protetorado Britânico e, ao sul, é um tutelado.

Liga Árabe

Em 1974, a Somália foi aceita como integrante na Liga Árabe.

Atualmente, tem por capital a cidade de Mogadício, que está localizada no chamado Chifre da África. Suas principais cidades são Hargeysa, Kismaayo, Berbera e Marka.

Segundo estimativa de 2009, a Somália possui cerca de 9,1 milhões de habitantes, que são compostos de  somalis, arábes, bantos e outros.

Somalia

Seu atual desenvolvimento

Os dois idiomas oficiais são o somali e o árabe, mas há também ainda o italiano e inglês.

Possui uma divisão administrativa com 18 regiões, com governo atual de transição.

O PIB, Produto Interno Bruto, chega a pífios 5,7 bilhões de dólares, com 1,25 dólares per capita, segundo o Banco Mundial. O índice de desenvolvimento humano é 0,284, considerado muito baixo.

Nos dias atuais, a Somália não tem muito a comemorar, pois o seu território é controlado por outras nações e também por grupos terroristas. E, desde a década de 1960, vive governada também por ditadores, sofrendo sucessivas guerras civis – bem longe da realidade dos tempos antigos, onde vivia atraindo pessoas pelo seu enérgico comercio.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados