Colégio Web

Saint Martin: o menor pedaço de terra do mundo a ser dividido por duas nações

Publicidade

Saint Martin é o menor pedaço de terra do mundo a ser dividido por duas nações, você sabia? Ao longo do artigo, explicaremos exatamente o porquê.

Conhecida por suas belezas naturais, esta ilha repleta de atrativos é considerada uma das mais belas do Mundo. Portanto, vamos conhecê-la um pouco melhor, para que você possa colocá-la no seu roteiro de férias!

Dividida

Saint Martin (Ilha de São Martinho) a menor ilha do mundo

Apesar de ser pequena, com apenas 87 km², a Ilha de Saint Martin é dividida por dois países, a França, que responde pela parte setentrional de seu território diminuto, e a Holanda, que responde pela parte meridional.

Com belezas naturais, esta ilha pequenina recebe muitos turistas, que chegam para desfrutar de tudo que ela oferece, inclusive de sua infraestrutura, que não deixa nada a desejar em comparação com suas “irmãs” maiores.

No total, há 85 mil pessoas morando na ilha, sendo que 50 mil se encontram na parte holandesa dela, ao passo que os 35 mil restantes se encontram na parte francesa do território.

Há pelo menos duas cidades importantes na pequena ilha, sendo que uma delas é Marigot, que está do lado francês, enquanto que a outra é Philipsburg, que se encontra do lado holandês.

Famoso aeroporto

Saint Martin

Com infraestrutura interessante, Saint Martin conta com dois aeroportos, sendo que o que está localizado do lado francês é menor, sendo destinado a operações de companhias menores.

Mas é o aeroporto localizado na porção holandesa que de fato chama a atenção, já que ele é famoso por conta das imagens curiosíssimas apresentadas, especialmente por conta da sua pequena pista.

Estamos falando do Aeroporto Internacional Princesa Juliana, que recebe voos de algumas das principais empresas aéreas do mundo, com aviões gigantescos, como o Boeing 747-400, entre outros.

Por conta de seu tamanho reduzido, os aviões acabam passando muito baixo da praia próxima, gerando cenas aterrorizantes para os turistas, que gostam de se aproximar para registrar as chegadas e saídas de aviões, que geram muito vento e assustam pessoas.

A ilha também oferece uma boa rede hoteleira e muitos restaurantes, que apresentam culinária de qualidade, com foco em comidas regionais, e também na mais alta gastronomia, para agradar a todos os tipos de turistas, dos mais simples, aos mais sofisticados.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados