Colégio Web

Rochas ígneas: O que são?

Publicidade

Antes de darmos inicio ao nosso estudo sobre rochas ígneas, que compõem 80% das formações rochosas terrestres, vamos partir do princípio. As rochas são partes de uma ciência chamada Paleontologia, que estuda, por sua vez, a formação terrestre, assim como a geologia e a geografia física. Uma dica importante para facilitar os estudos é fazer tabelinhas, pois desse modo você aprende por partes e racionaliza melhor o conteúdo absorvido, em vez de engolir tudo de uma só vez. Então, vamos lá?

Detalhes das Rochas Ígneas

As rochas ígneas são formadas por magma, uma larva cremosa que consiste entre o atrito das placas, após seu resfriamento. A temperatura altíssima do magma, 1100°C, e o ambiente, o interior da Terra, não permite a existência de fosseis. São rochas extremamente resistentes e resultam em pedras como granito e o basalto. Um jeito de se lembrar de sua formação e por que são chamadas assim é associá-las ao seu apelido, rochas magmáticas.

Ignea Rocha

 

As rochas ígneas ou magmáticas podem levar maior ou menor tempo de resfriamento, isso depende de suas condições particulares. O magma expelido por vulcões, por exemplo, forma rochas em contato direto com a superfície; portanto, elas se formarão mais rapidamente. Essas rochas são chamadas de extrusivas. Já as rochas cujo magma vem das profundezas do subsolo da Terra resultam num resfriamento mais lento e são chamadas de intrusivas. São rochas, essas, que se originam quando o magma atinge a superfície terrestre e causa fissuras na crosta.

Tais diferenciações são possíveis tendo como base a formação das rochas, mas outros critérios também podem ser utilizados, como por exemplo, o teor ácido. Ao estudar, diferencie por critérios, pois facilita o entendimento!

Rocha Ignea

Quanto maior o teor de oxido de silício, mais ácida será a rocha. Assim, temos, portanto, a rocha ultrabásica, cujo teor é menor que 45%, a básica, variando dentre 45% a 52%, a alcalina, de 52% a 65% e a ácida, cujo teor é maior que 65%. As rochas básicas, alcalinas e ácidas são intrusivas e apresentam granito, independente de sua quantidade, em sua composição. Entretanto, as rochas ultrabásicas são extrusivas e não apresentam granito.

As rochas ígneas podem conter jazidas de vários metais, como ouro, platina, cobre estanho e trazem superfície do planeta importantes informações sobre as regiões profundas da crosta e do manto terrestre. O tamanho dos cristais das rochas ígneas, em geral, relaciona-se de acordo com o tempo de resfriamento do magma, ou seja, quanto mais lenta for a cristalização de um magma, maiores são os cristais formados e vice-versa.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados