Colégio Web

País Basco e Cataluña: regiões nem tão espanholas como parecem

Publicidade

Muita gente, quando olha para o mapa da Espanha, acaba imaginando um país unificado e com regiões que convivem pacificamente entre si, sem conflitos e se enxergando espanholas em todos os sentidos, especialmente no que diz respeito à identidade cultural.

Mas a verdade é bem diferente do que se pode imaginar, já que há pelo menos duas regiões espanholas que não se enxergam tão espanholas quanto parecem, e que, na verdade, tem o desejo intenso de se separar do restante da Espanha.

Estamos falando da região conhecida como País Basco e sobre a região conhecida como Cataluña, que são famosas por apresentarem identidades culturais distintas e por possuírem, entre outras coisas, idiomas próprios e um desejo de ser reconhecidos como países independentes. Vamos conhecê-las um pouco mais!

País Basco

País Basco e Cataluña regiões nem tão espanholas como parecem

Localizada no extremo norte da Espanha, a região conhecida como País Basco apresenta-se ao mundo como sendo a região onde reside o povo basco e onde a sua cultura converge.

Apesar de variações vistas dentro da região, é possível, entre outras coisas, identificar um idioma próprio da região, chamado de euskara, que serviu para manter tradições culturais únicas e próprias do povo basco ao longo do tempo.

A região apresenta forte desejo nacionalista e separatista, que tem em sua figura máxima o grupo terrorista e separatista ETA (Euskadi Ta Askatasuna), que em tradução do basco para o português significa Pátria Basca e Liberdade.

Cataluña

Basco e Cataluña regiões nem tão espanholas como parecem

A Cataluña é conhecida no mundo todo atualmente por conta do sucesso do Futbol Club Barcelona, o clube de futebol da igualmente famosa capital da região, a bela cidade de Barcelona, uma das cidades mais importantes da Espanha.

Comunidade autônoma da Espanha localizada a nordeste, a Cataluña é uma região que desde muito tempo anseia por se tornar independente do Reino de Espanha, o que só se intensificou depois da Guerra Civil Espanhola, quando o general Franco proibiu quaisquer manifestações culturais que lembrassem os traços culturais catalães.

Com isto, para o povo da região, especialmente da cidade de Barcelona, símbolos da Espanha acabaram ficando intimamente ligados à opressão franquista, fazendo com que o sentimento de separação ficasse ainda maior entre os residentes da região.

Culturalmente falando, a Cataluña apresenta, entre outras coisas, um idioma próprio, o catalão, que é falado por mais de 7 milhões de pessoas na região, e que tem origem românica, sendo reconhecido como o idioma oficial de lá, juntamente com o castelhano.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados