Colégio Web

Introdução à Geografia da Saúde

Publicidade

Com todas as notícias que dão conta do surto do vírus Ebola, que partiu da África e que já começa a surgir de modo tímido, mas preocupante, em outras partes do mundo, cresceu o interesse por uma aplicação da Geografia que pode ser muito útil nestas horas.

Estamos falando da Geografia da Saúde, que pode ser extremamente útil na hora de tentarmos entender o surgimento de surtos epidêmicos, por exemplo, bem como para tentar preveni-los.

Portanto, confira uma breve introdução à Geografia da Saúde, para que você possa entender, entre outras coisas, as suas possíveis aplicações e possa ter uma visão geral desta área tão especifica e tão importante.

O que é Geografia da Saúde?

Geografia da Saúde

A Geografia da Saúde nada mais é do que a disciplina Geografia sendo aplicada segundo a perspectiva do estudo da saúde, da assistência médica e das doenças, lançando mão das informações produzidas pelos estudos geográficos.

Antigamente a Geografia da Saúde era mais conhecida como Geografia Médica, mas rapidamente este termo foi sendo substituído pelo que é atualmente utilizado, sendo que ela sempre utilizou os preceitos geográficos para tentar entender melhor as condições de saúde de determinadas regiões do mundo.

História da Geografia da Saúde

O primeiro indício de que se tem notícia do que podemos entender por Geografia da Saúde se deu durante o ano de 1854, quando um surto de cólera estava dizimando a população de Londres.

Foi quando um médico chamado doutor John Snow se pôs a fazer mapas das diversas zonas da cidade para conseguir encontrar a fonte da doença, já que deste modo ele garantia que seria possível controlá-la.

Portanto, este foi o primeiro momento em que o homem usou os preceitos da Geografia em favor da área da saúde, e o resultado foi tão positivo que desde então nunca mais houve um momento em que as duas áreas não foram usadas em benefício da população.

Geografia Saúde

Geografia da Saúde no Brasil

No Brasil a Geografia da Saúde é muito forte, e isto se deve ao fato de que se trata de um país com dimensões continentais, o que torna a aplicação dos preceitos geográficos em prol da saúde quase que inevitável.

No entanto, estudos sobre o tema já são produzidos há muito mais tempo que se possa imaginar, mostrando uma preocupação com o assunto antes mesmo do surgimento do termo Geografia da Saúde, com grande destaque para os estudos promovidos por nomes como Oswaldo Paulo Forattini, Samuel Pessoa e Josué de Castro.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados