Colégio Web

Como são formadas as montanhas?

1Qualquer que seja a montanha, ela sempre representa a formação de um belo cenário. Não à toa, estão sempre nos cartões-postais. Mas, como será que elas são formadas? De onde surgem? Quando tempo levam para passar a existir?

Publicidade

Em termos científicos, as montanhas representam as elevações nos relevos a partir de uma altura média de 300 metros ou mais. Isso, quando comparada com as áreas que estão ao seu redor. Também vale destacar que existem diferenças entre as serras e montanhas. As primeiras vão possuir altitude menor e um topo mais arredondado.

Quando observamos um grupo de montanhas, chamamos tal espaço de cordilheira ou cadeia montanhosa. A Cordilheira dos Andes, localizada na América do Sul, é um dos exemplos que mais ouvimos. Mas, há os Alpes na Europa ou mesmo as Montanhas Rochosas da América do Norte. Na região asiática, a Cordilheira do Himalaia é a melhor representação dessa estrutura geográfica. É no Himalaia que podemos que está situado o Monte Everest, que frequentemente observamos na televisão por ser a montanha mais elevada do mundo, com 8.848 metros acima do nível do mar.

No topo de uma montanha encontraremos um tipo de clima bem particular, com bastante umidade e temperatura muito baixa. A pressão atmosférica também sofrerá índices de redução, o que já esclarece quanto às questões de clima e altitude. Se o relevo é mais elevado, menor será a temperatura. Além de tais fatores climáticos e relevo bem inclinado, há outros fatores que de certa maneira acabam criando uma grande dificuldade para a existência de uma vida normal no espaço das montanhas.

Formação de atividades tectônicas

2As montanhas, na maioria dos casos, são formadas a partir de atividades tectônicas. A união de duas dessas placas vão chocar e provocar todo o relevo daquele espaço, fazendo com que ele sofra elevações. Tal mudança recebe o nome de orogênese.

Há outras montanhas que passaram por ações vulcânicas até serem formadas. Nesse caso, o que se observa é o acúmulo de lavas que vão se solidificando até transformarem-se em rochas. Nesse sentido, a montanha se forma ao redor do vulcão por longos milhares de anos.

Há outras formas que apontam para o surgimento de montanhas de maneira mais específica. Nesse caso, podemos observar desgastes de relevos, acumulação de detritos e outros aspectos. Mas, são casos raros.

Na maior parte das ocorrências, a presença da montanha vai indicar que o relevo em questão é bem jovem e possui dezenas ou centenas de milhões de anos. Se assustou? Não fique assim. É que quando comparado aos 4,5 bilhões de anos de surgimento do planeta Terra, tal idade mais parece a de uma recém nascido. E então, ficou mais clara a sua compreensão sobre o surgimento das montanhas?

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados