Colégio Web

Socialismo Ideal e Socialismo Real

Os sonhos de uma igualdade social plena foram iniciados a partir de militantes europeus no século XIX. Eles estavam descrentes com o modelo capitalista que gerava desigualdades sociais e muita desumanidade. Assim, vários pesquisadores e intelectuais desse período e local passaram a conceber os ideais socialistas. O destaque vai, por exemplo, para Robert Owen. Ele representou a classe que aderiu ao socialismo utópico. Nessa teoria, o social e a coletividade valem mais que o próprio indivíduo. Já para o téorico Pierre Proudhon, de corrente anarquista, o coletivismo deve ser defendido a todo o tempo.

Publicidade

Os pontos comuns dessas duas linhas de pensamento estão no fato de que ambas se opõem a qualquer tipo de autoridade. O ideal, para esse regime portanto, são os ideais de igualdade e liberdade.

Mas foi a partir de Karl Marx, defensor do marxismo, que o socialismo ganhou mais elementos. Junto com Marx, Friedrich Engels defendia um espectro político e econômico que fosse contrário ao capitalismo. Assim, no século XIX, os ideais socialistas mostraram que o socialismo ideal poderia influenciar o século XX do socialismo real. E conseguir ser implantado em alguns países.

 Socialismo Ideal:

É o mesmo que socialismo utópico, ele só existiu na cabeça de seus idealizadores.

Ele tem como objetivo causar a igualdade e a liberdade.

Socialismo Real: 
Ele ainda existe em alguns países.

Ele tem o objetivo de causar a igualdade entre todas as nações. Ele se apóia nas desigualdades econômicas e sociais, gerando assim pobreza.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados