Digite o que você quer buscar:  
Home » Trabalhos Escolares » Biologia » Fotossíntese » Resumo da fotossíntese
Postado em 31/05/2012 18:03, atualizado em 09/05/2015 10:10

Resumo da fotossíntese

Aumentar fontes para melhor leitura Diminuir fontes para melhor leitura

2Os processos fotossintéticos são uma forma básica encontrada pelas células para que os organismos autótrofos produzam seus próprios alimentos, também conhecidos como substâncias orgânicas. Esse alimento e a própria fotossíntese se dá a partir de substâncias inorgânicas.

É a luz solar quem funciona como ponto energético para que toda essa engrenagem funcione. As fontes luminosas do sol vão ficando armazenadas em algumas moléculas de glicídios e estas passam a ser usadas como reservas de nutrientes. Assim, tornam-se fonte alimentar para vários outros seres vivos. Também é importante ressaltar que quase que a totalidade do gás oxigênio que está presente no ar atmosférico ( ou seja, 20% de forma aproximada) surgiu a partir do processo fotossintético. Há cientistas que já afirmam que ocorre uma necessidade de mais de 2000 anos para que toda essa quantidade de oxigênio possa ser renovada no planeta Terra.

Para que a fotossíntese seja realizada, grande parte dos organismos autótrofos utilizam o gás carbônico e a água como reagentes. É assim que se produz glicídio e oxigênio. No caso dos glicídios, eles acabam sendo armazenados e podem passar a ser usados até mesmo como fonte de matéria-prima e energia. A partir deles são formadas novas estruturas e compostos. A planta, por exemplo, também é autótrofa e consegue realizar esses incríveis processos muito em função das substâncias de cor verde que possuem. É a clorofila da planta que desenvolve bem a capacidade de absorver energia e luz solar para converte-las em glicídios.

Na planta, a folha vai conter uma enorme quantidade de clorofila e por isso sempre são verdes. Do outro lado, também há plantas que apresentam toda a sua clorofila concentrada no caule. É o caso dos cactos.

As etapas da fotossíntese nas plantas

01Nas plantas, a fotossíntese acontece a partir de etapas em uma complexidade que pode interferir ou melhorar o processo fotossintetizante. Conheça algumas dessas etapas a partir dos itens elencados abaixo.

Temperatura: há estudos que já apontam que a temperatura promove condição favorável para que as taxas de fotossíntese possam ser melhoradas. No caso de uma temperatura de até 35º C, temos um limite ideal. Depois desse nível, os compostos produzidos passam a ficar muito reduzidos em função das proteínas começarem a ficar desnaturadas com a elevação da temperatura.

Taxas de gás carbônico: os níveis de concentração do gás carbônico podem chegar a até 0,03% no manto atmosférico. Quando se consegue elevar a quantidade, a fotossíntese também agradece. Os limites máximo de CO2 não ultrapassam 0,3% que corresponde a 10 vezes mais o que já temos na atmosfera. Você pode então concluir que as plantas não fazem mais fotossíntese justamente por conta do CO2 estar tão reduzido.

Luz: é preciso que haja muita luz para os processos fotossintéticos ocorram bem. Com maior luminosidade, mais chances de processos com sucesso.

Com base nessas informações iniciais já deu pra você perceber o quanto a fotossíntese contribui para a vida de todos os organismos vivos, não é verdade? Seja em relação à alimentação ou outros aspectos de sobrevivência.


Publicidade
Publicidade

Recomendados para você

Comentários