Colégio Web

A influência do CO2 na fotossíntese

1O conhecido CO2, que é o gás carbônico, encontra-se no ar e nos rios, lagos e mares. Por meio da fotossíntese, as plantas retiram o gás carbônico desses locais e o utilizam em seu processo de sobrevivência. Em seguida, ele volta para seus locais de origem por meio da respiração.

Publicidade

Quando a planta está realizando a fotossíntese, os vários átomos de carbono que fazem parte do CO2 passam a ser usados na formação do grupo molecular orgânico. O restante das moléculas acaba sendo degradado pelo próprio vegetal ao longo da respiração das células. Em meio a esses fatos, o carbono passa a ser devolvido à atmosfera em formato de CO2. O que sobra em termos de molécula orgânica fica armazenado no tecido vegetal e é consumido por animais que se utilizam desta ferramenta alimentar.

Quando consome um vegetal, um animal herbívoro estará, automaticamente, se alimentando de um grupo molecular orgânico. Grande parte desse alimento vai ser degradado pelo processo de respiração celular e expulso em formato de CO2. O restante das moléculas que foram conseguidas c om esse processo serão usadas na ingestão do vegetal. Ele faz uma síntese dos componentes orgânicos dos herbívoros e passa a transformá-lo em elementos de biomassa.

Desequilíbrio eleva temperaturas

2Os elementos de carbono concentrados na biomassa dos herbívoros podem ser transferidos para outros carnívoros ou enfrentar o processo de decomposição. Assim, todo o carbono usado na fotossíntese apresenta níveis tróficos e retornam à atmosfera seja pela respiração ou pela ação dos seres decompositores que estão em diferentes níveis tróficos.

O gás carbônico que se produz nestes dois espaços deveria ser equilibrado com o consumo no espaço fotossintético. O grande problema é que a ocorrência de queimadas, o problema relacionado ao desmatamento e a falta de administração do combustível fóssil por meio do petróleo, gás natural e carvão mineral acabam prejudicando tal aspecto. Assim, o CO2 é liberado em velocidades que estão muito acima do compasso para que ele seja assimilado pela fotossíntese.

Como esse equilíbrio não acontece, as elevadas quantidades de CO2 na atmosfera provoca os fenômenos ambientais que já conhecemos e comprovamos o quão podem ser prejudiciais, como é o caso das temperaturas elevadíssimas no planeta Terra.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados