Colégio Web

Prefixos

Publicidade

II. prefixos

São afixos que são interpostos no começo das palavras, não alterando o seu significado. São divididos em: vernáculos, latinos e gregos.

• Vernáculos: são alguns prefixos que por serem aportuguesados passaram por modificações. Ex.: abordar, desumano, maldade, menosprezado, sobreposto, sobpor, e etc.

• Latinos: são usados em sua forma latina original. Ex.: 

A, ab, abs –  afastamento: aversão, abstrair. 

Ambi –  dualidade: ambigüidade. 

Centum –  cem: centúnviro, centígrado. 

Cis –  aquém de: cisalpino, cisgangético. 

Entre –  situação intermediária, reciprocidade: entrelinha, entrevista. 

Inter –  no meio de: intercalado. 

Pro –  movimento para diante, a favor de, em vez de: prosseguir, pronome, procurador. 

Retro –  movimento para trás: retroceder. 

Satis –  bastante: satisdar. 

Tris, três, tri –  três vezes: trisavô, tresdobro, trifólio. 

Ultra –  para além de, intensidade: ultrapassar, ultrabelo. 

Uni –  um: unânime, unicelular. 

Gregos:
Os sufixos de origem grega, que são usados em Língua Portuguesa são: 

A, na –  privação, negação: ápode, anarquia. 

Ana –  inversão, parecença: anagrama, analogia. 

Anti –  oposição: antipatia, antagonista. 

Apo
–  afastamento: apólogo, apogeu. 

Caco –  mau: cacofonia. 

Dia –  através de, divisão: diáfano, diálogo. 

En –  sobre, dentro: encéfalo, energia. 

Hecto –  cem: hectômetro 

Hemi –  metade: hemisfério, hemistíquio. 

Mono –  um: monoculista, monóculo.
 
Neo –  novo, moderno: neologismo, neolatino.

Para –  aproximação, oposição; paráfrase, paradoxo. 

Pro –  antes de: prótese, profeta. 

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados