Colégio Web

Força resultante sobre um condutor de corrente

Publicidade

Força resultante sobre um condutor de corrente 

Para entendermos melhor sobre essa força, vamos pensar em um condutor metálico considerado retilíneo, que é percorrido por uma corrente elétrica, e durante seu percurso, ele atravessa a região do campo magnético, que vai do ponto M ao ponto N. 

Devemos lembrar que o fio não está paralelo às linhas de indução do campo magnético. Com isso irá surgir uma força magnética parcial em todas as partículas que formam a corrente a corrente. 

No condutor retilíneo irá ter um trecho denominado trecho MN, e neste trecho irá ter uma força magnética resultante (Fm). Essa força significa a soma de todas as forças parciais (f). Todas elas irão ter tanto a mesma direção como o mesmo sentido. Vejamos uma ilustração onde nos mostra o segmento MN e todas as forças parciais de cada partícula que compõe a corrente elétrica. 

Vejamos: 


Onde e representa o módulo da carga elétrica elementar, v representa a velocidade da partícula no fio, B representa a intensidade do campo magnético e ϴ representa o ângulo entre o fio e as linhas de indução do campo. 

Com isso, cada partícula que forma a corrente, irá obter uma força magnética (f), que será obtida por:

Vejamos um exemplo: 
Considerando que n partículas atravesse o trecho MN, podemos obter a força magnética através de: 

Portanto temos que: 

*A intensidade da corrente no fio é a seguinte: 

Portanto podemos concluir que toda intensidade de Fm, que age em um fio retilíneo dentro de um campo magnético uniforme, é considerado proporcional ao campo do trecho do fio, sendo proporcional também a intensidade da corrente elétrica e também do módulo do campo magnético (B).

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados