Colégio Web

Você conhece a Missão Kepler?

Publicidade

O mundo da exploração espacial é vasto e bastante interessante. Com o desejo de saber mais sobre o universo e sobre o que há além da Terra, organizações como a NASA lançam diversas missões com sondas, satélites ou mesmo astronautas para fotografar e explorar o que há fora do nosso planeta.

E uma dessas missões foi batizada de Kepler. O Kepler nada mais é do que uma sonda projetada pela NASA que é um observatório criado com o objetivo de procurar planetas além do Sistema Solar. Para conseguir isso, ela vai observar todas as 100 mil estrelas mais brilhantes dentro de um período de quatro anos.

É exatamente para que você saiba mais sobre essa missão que nós reunimos aqui uma série de informações sobre o assunto. Ficou curioso para saber mais? Continue lendo e confira.

Descubra a Missão Kepler

Missão Kepler

A sonda Kepler, ao contrário de grande parte dos satélites lançados ao espaço, não orbita ao redor da Terra, mas sim em uma órbita de perseguição à órbita solar da Terra. Isso acontece para que o nosso planeta não oculte estrelas que devem ser observadas pelo Kepler.

Lançada em 6 de março de 2009, a sonda já fez algumas descobertas bastante interessantes em seu período no espaço.

Isso porque a Missão Kepler confirmou, em 2015, a existência do primeiro planeta – de nosso conhecimento – que é dono de tamanho semelhante à Terra, e que está presente em uma zona habitável em torno de uma estrela que tem características semelhantes ao Sol.

Esta descoberta marcou o começo de uma nova jornada, ao lado da introdução de 11 pequenos planetas na chamada zona habitável. A jornada em questão é a de encontrar uma nova Terra, ou seja, um novo planeta onde os humanos poderiam viver e se desenvolver.

Missão Kepler

Batizado de Kepler-452b, o planeta em questão é o menor planeta em órbita na zona habitável de uma estrela G2 (como o nosso Sol) que foi descoberto até então. Ele é 60% maior do que a Terra, sendo assim considerado uma super-Terra. Apesar de ter massa e composição ainda desconhecidas, tendo como base pesquisas realizadas anteriormente, os planetas do tamanho do Kepler-452b têm chances de ser rochosos.

As pesquisas também mostraram que o Kepler-452b é 1,5 bilhões de anos mais velho do que o Sol, tendo 6 bilhões de anos. Além disso, ele tem a mesma temperatura que a Terra, sendo 20% mais brilhante.

As novidades descobertas pela Missão Kepler são os primeiros passos de uma jornada pelo que existe em nosso universo e também pela possibilidade de encontrarmos um outro planeta no qual possamos viver e nos desenvolver em condições adequadas para a nossa sobrevivência, em caso de problemas com a Terra.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados