Colégio Web

Você conhece a teoria do caos?

Publicidade

Antes de começar essa leitura, você já se perguntou algum dia se o caos é uma coisa boa ou ruim? Pelo significado que ouvimos no nosso cotidiano, com certeza você e grande parte das pessoas vão afirmar de que se trata de algo muito ruim e que pode atrapalhar e muito o dia a dia. Mas, ao contrário do que parece, nem sempre o caos quer dizer algo negativo.

Agora, será que você também já parou para pensar que um simples acontecimento ou fenômeno ao longo do dia pode mudar a sua vida por completo? Isso é o que chamamos de “Teoria do Caos”. Seu nome tem realmente tudo a ver com a tal teoria, isso porque, a teoria nada mais é do que mudanças em sua vida de acordo com um simples acontecimento no dia, que chamamos de ruim.

Vamos a um exemplo bem fácil de entender! Imagine que um prego furou o pneu do ônibus que você iria para fazer o vestibular de uma tal faculdade. Assim, você perdeu a oportunidade que tanto sonhava, e precisou, forçadamente pelo universo, ter que se matricular em outro local, assim, conhecendo novos amigos, professores e locais diferentes. Ou seja, como consequência de um pneu furado, sua vida tomou completamente outro rumo. Isso é um exemplo da Teoria do Caos.

Teoria do Caos

Quem descobriu?

A Teoria do Caos começou a ser estudada em 1960 pelo cientista americano Edward Lorenz quando ele percebeu de que o fenômeno que aparentemente parece ser algo bem simples e que faz parte do cotidiano de muita gente poderia ser alvo de um comportamento um tanto quanto caótico. Lorenz chegou a essa conclusão quando resolveu testar um programa de computador que simulava o movimento de massas de ar.

Um dia, ele teclou um dos números que alimentava os cálculos da máquina com algumas casas decimais a menos, achando de que o resultado mudasse muito pouco. Porém, a alteração insignificante, como relacionada também ao exemplo acima ao prego, acabou por transformar completamente o padrão das massas de ar.

Borboleta Efeito

Com isso, ele constatou que tudo isso acontecia como um bater das asas de uma borboleta. Era como se ao bater as asas no Brasil, causasse, tempos depois, um tornado no Texas. Ou seja, mudando completamente outra estrutura. Com base nessas suas observações, ele formulou equações que mostravam o tal “efeito borboleta”. Este efeito é muito conhecido nos dias de hoje e até mesmo nome de um filme muito famoso que explica o fenômeno.

A partir daí, foi fundada então, a Teoria do Caos que se explica por conta do efeito borboleta. Com o passar dos tempos, os cientistas perceberam de que tudo isso fazia muito sentido, pois o tal efeito da teoria proposta por Lorenz trazia impacto em tudo, desde o ritmo dos batimentos cardíacos até mesmo às cotações da Bolsa de Valores. Com isso, a ideia central desta tese é de que pequenas alterações em uma determinada situação podem trazer alguns efeitos incalculáveis.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados