Colégio Web

Quem foi Albert Einstein?

Publicidade

Nascido em 14 de março, em 1879, na Alemanha, cidadezinha de Ulm, o grande pensador Albert Einstein era filho de Hermann Einstein e Pauline Koch, judeus.

O pai era grande leitor e estudioso, e o jovem Einstein cresceu em meio a livros e conhecimento, o que formou seu caráter, como alguém que cultivava o pensamento e a reflexão. Demorou a falar e tinha muita lentidão para aprender. Não tinha interesse pela escola, faltava muito e tirava notas muito ruins.

Com 9 anos vai para um novo colégio Luitpold Gymnasium, onde acaba se interessando pelas disciplinas exatas de geometria e álgebra, e começa a se destacar nessas áreas.

Com 12 anos já é um pequeno gênio nessas disciplinas e lê filósofos complexos, como Leibniz, Kant e Hume. Constantemente confundia seus professores, que não tinham conhecimentos para responder a seus questionamentos. Com 16 anos rompe com o judaísmo e com os dogmas dessa doutrina religiosa.

Início da grande carreira de Einstein

Einstein

Com 21 anos, em 1900, forma-se no Instituto Politécnico de Zurich, com destaque, e 5 anos mais tarde apresenta a publicação do livro “Annalen der Physik”, com textos referentes à eletrodinâmica, dimensões moleculares, equivalência entre massa inerte e  energia, fotoeletricidade e alguns esboços sobre a Teoria da Relatividade, que o imortalizaria, dentro em breve. Sua ideia era a de que o movimento era relativo aos corpos no espaço, uma vez que não há qualquer espécie de dimensões e limites, sendo assim, relativo igualmente.

Com sua fórmula E=mc², fala sobre a relação entre massa-energia, reduzindo as duas a só uma força. Suas análises se baseiam em física atômica e nuclear.

Já no ano de 1909, se torna docente da Universidade de Zurich, tendo, logo depois, começado a dar aulas também em cidades como Praga e Berlin. O ano de 1914 é importante, pois, além do sucesso profissional, tendo sido chamado para lecionar na Academia Prussiana de Ciências e se tornar diretor do Kaiser Wihelm Institut, acaba se divorciando de Mileva Maric, fazendo um segundo casamento, com Elsa Einstein.

O final de sua teoria da relatividade é em 1915 e, seis anos depois, é laureado com o prêmio Nobel de Física. No limiar da Segunda Guerra, com o crescimento do Nazismo, em 1933 é expulso da Alemanha, por ser judeu e pensador.

No ano de 1952, o Estado de Israel o convida para a presidência, ocupando o cargo de Chaim Weizmann, que havia falecido. Apesar de muito simpático à criação e desenvolvimento do novo Estado para seu povo, teve de recusar a oferta, porque seu interesse era supranacional, àquele ponto. Queria que a sua vida fosse dedicada à ciência, para trazer desenvolvimento à toda a humanidade. Além disso, era tímido e não afeito à diplomacia e à política.

Falece prematuramente em 1955, após uma intensa existência, no dia 18 de abril.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados