Busca Digite o que você quer buscar:  
Postado em 01/06/2012 10:09, atualizado em 05/05/2016 23:52

Relevo

Aumentar fontes para melhor leitura Diminuir fontes para melhor leitura

A Europa é um pequeno continente, maior que a Oceania, com área de 10.530.751 quilômetros quadrados, o que responde a 7% das terras emersas do planeta. Tem algumas particularidades, pois está ligada à Ásia. É a chamada Eurásia. Há aqueles que nem definem a Europa como continente, mas como península marcada por litoral cheio de recortes. Na Eurásia, a Europa fica a oeste, no oriente, paralela ao Equador quando na perspectiva do hemisfério norte. É o chamado Oceano Glacial: Mediterrâneo e Negro ao sul; Oceano Atlântico a oeste e com os Montes Urais, o Rio Ural e o Mar Cáspio ao leste.

Em termos de relevo, a Europa apresenta dois tipos básicos: maciços antigos e planícies. Eles ocupam a área central e o norte do continente, mas há dobramentos mais recentes formados por áreas montanhosas que passaram por poucos processos de erosão. Assim, com pouco desgaste, possuem tal característica comum até a região sul e na Península Ibérica.

Nos dobramentos modernos, com relevo mais elevado, o principal tipo é o Pirineu. Com mais de 450 quilômetros perfazendo os limites da França com a Espanha, em alguns pontos as altitudes acabam atingindo 3.000 metros. Já nos Alpes, com extensão de 1.100 quilômetros, passam atravessando o território da França, Itália, Alemanha, Suíça e Áustria. Monte Branco, com 4.807 metros, tem o ponto mais elevado. Os Apeninos ficam na Itália e percorrem a área de norte a sul, podendo totalizar pelo menos 1.500 quilômetros. É uma área que abriga vulcões, sendo que muitos deles estão ativos. Já o relevo formado por Cárpatos é mais presente nas áreas da Eslováquia, Polônia, Ucrânia e Romênia. O Cáucaso, situado entre o Mar Negro e o Mar Cáspio, aparece nos territórios da Rússia, Geórgia, Armênia e Azerbaijão.

Divisão

O relevo da Europa se modifica de acordo com a região.

No Centro-norte:
velhos maciços montanhosos, como Vosges, Xistoso-renano e Boêmia.

Ao Sul: a formação geológica desta região está incompleta, assim tronando-se vulnerável a terremotos. É caracterizado por seus relevos maciços montanhosos recentes.

Centro: as longas planícies sedimentares são predominantes, como Parisiense, Germano Polonesa e Russa.


Publicidade

Recomendados para você

Comentários

Publicidade