Colégio Web

A construção de uma potência

Publicidade

3. A construção de uma potência

A Guerra de Secessão evidenciou os contrastes dos Estados Unidos, que teve que enfrentar um conturbado desenvolvimento econômico. 

Em 1862 as tarifas alfandegárias dobraram após a consolidação de uma política protecionista pela Lei Morrill. Isso evidenciou que o poder tornava-se influenciado pelos interesses do Norte. 

Em meados do século XIX, nos EUA o capitalismo concorrencial foi substituído pelo capitalismo monopolista. Através do sistema de ações foi possível a fundação de grandes empresas que tinham a sua administração limitada a um pequeno número de pessoas que visavam manter o controle e a distribuição dos produtos e determinar os preços definitivos. 

No ano de 1865, o número de trabalhadores dessas empresas já ultrapassava 3 milhões, e eles saíram ás ruas em passeatas protestando as condições de trabalho, pois o tempo diário de serviço era de 13 horas. 

Após a fundação da Federação Americana do Trabalho em 1881 é que a jornada de trabalho foi reduzida para 8 horas.

A crise de 1929 e o New Deal

A Primeira Guerra Mundial resultou no enriquecimento dos Estados Unidos, que teve um considerável crescimento na economia, entrando numa época de grandes avanços na tecnologia e na industrialização. 

Nos EUA a década de 20 foi marcada pelo american way of life, um modo de vida adotado pelos norte-americanos que eram favorecidos pela grande tranqüilidade econômica que estavam vivendo naquela época. 

Porém, a situação se reverteu no dia 24 de outubro de 1929 com a quebra da Bolsa de Nova York, a mais potente de todo o mundo. Grandes empresas dos Estados Unidos tinham ações nessa Bolsa de Valores, e muitos norte-americanos investiam nessas ações. Foi assim que teve início a crise de 1929 que resultou numa considerável redução do valor da produção americana, e no crescimento do desemprego. 

Durante as eleições presidenciais em 1932, foi possível perceber a insatisfação da sociedade em relação ao Partido Republicano que tinha uma postura impassível diante da miséria que prejudicava o povo americano. O presidente eleito foi Franklin Delano Roosevelt, do Partido Democrata, foi ele quem apresentou uma solução para a dramática crise, implantando o programa New Deal, que trazia reformas econômicas e sociais. 

Com a aplicação desse novo plano o governo norte-americano passou a investir na moradia, alimentação e vestuário de desempregados, e o salário-desemprego foi estabelecido. Os setores agrícola e industrial também receberam investimentos, bem como as obras públicas como estradas, ferrovias, aeroportos, gerando assim mais empregos para a população. 

A partir do New Deal, o Estado passou a fixar os preços de produtos agrícolas, petróleo e carvão, permitindo assim o controle da inflação. 

O programa foi um grande sucesso tanto que nos anos 40 a economia dos EUA já estava recuperada.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados