Colégio Web

Lei de Boyle-Mariotte

Publicidade

Nota: 

Van’t Hoof não considerou que cada reação tem um ótimo de temperatura para ocorrer (temperatura ideal) e após atingido esse ótimo, o aumento da temperatura pode não mais influenciar a velocidade da reação ou até mesmo prejudicá-la.

Exemplo: Reações Enzimáticas.

Resumo

T O equilíbrio desloca-se para o lado endotérmico. (mais favorecido com o aumento da temperatura).

T O equilíbrio desloca-se para o lado exotérmico. (menos prejudicado com a diminuição da temperatura).

Aplicação 

05. (UFSE) O equilíbrio químico:

A2(g) + B2(g) 2AB(g) H < 0

Pode ser deslocado para a direita:

a) aumentando-se a temperatura, à pressão constante;

b) aumentando-se a pressão, à temperatura constante;

c) removendo-se o AB(g) formado;

d) diminuindo-se a pressão, à temperatura constante;

e) introduzindo-se um catalisador.

Solução: Letra "C"

Ao remover AB, diminui-se a [AB], o equilíbrio desloca-se no sentido de repor, ou seja, para a direita

. Influência da pressão sobre um sistema em equilíbrio.

Lei de Boyle-Mariotte: 

“À temperatura constante, um aumento de pressão favorece a contração de volume”

“O aumento da pressão sobre um sistema em equilíbrio faz que o equilíbrio desloque-se, ou seja, o equilíbrio desloca-se para o lado de menor volume. Já a diminuição da pressão sobre um sistema em equilíbrio faz que o equilíbrio se desloque no sentido da expansão volumétrica ou seja, o equilíbrio desloca-se para o lado de maior volume”.

Observações:

1. A pressão só influencia participantes gasosos, pois sólidos e líquidos são incompressíveis.

2. Segundo Gay–Lussac, pressão e volume são grandezas inversamente proporcionais.

3. O volume de um sistema em equilíbrio é dado pela soma dos coeficientes estequiométricos dos gases no referido lado do equilíbrio na reação devidamente balanceada.

4. Alterando-se a pressão sobre um sistema em equilíbrio, o equilíbrio desloca-se, porém sua constante de equilíbrio permanece inalterada (a constante permanece constante).

5. A adição de um gás inerte a um sistema em equilíbrio não desloca o equilíbrio químico, desde que o êmbolo esteja fixo, pois o gás inerte não altera as pressões parciais no equilíbrio porque ele não reage com nenhum dos participantes do equilíbrio.

Exemplo:

N2(g) + 3H2(g) 2NH3(g)

4 volumes 2 volumes

V1 ocorre com contração volumétrica.

V2 ocorre com expansão volumétrica.

Ao aumentarmos a pressão no sistema, o equilíbrio irá deslocar-se no sentido da contração volumétrica, ou seja, no sentido de V1.

Já ao diminuirmos a pressão no sistema, o equilíbrio irá deslocar-se no sentido da expansão volumétrica, ou seja, no sentido de V2.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados