Colégio Web

Relações de Girard

Publicidade

5. Relações de Girard

Considere a função polinomial

F(x) = a0. xn + a1. xn – 1 + a2. xn – 2 +… + an – 1. x + an, sendo a0 ≠ 0 e n ≥ 1.
Considerando o teorema da decomposição podemos representar F(x) = a0 . (x – r1) . (x – r2) . … . (x – rn).
Empregando a propriedade distributiva, tornando redutíveis os termos semelhantes, e ordenando o polinômio, temos:

F(x) = a0 . xn – a0(r1 + r2 + … + rn) . xn-1 + a0 (r1r2 + r1r3 + …) xn-2 + …

Se igualarmos os coeficientes deste último polinômio, dois a dois, respectivamente, como os coeficientes iniciais a0, a1, a2, …, an, obtemos n relações entre as raízes e os coeficientes de F, tais relações são denominadas Relações de Girard, e são as seguintes: 

Relações de Girard para uma equação de grau 2

A equação a0x2 + a1 x + a2 = 0 possue como raízes os termos r1 e r2, nesse caso: 

Relações de Girard para uma equação de grau 3

A equação a0x3 + a1x2 + a2x + a3 = 0 possui como raízes os termos r1, r2 e r3, nesse caso: 

Relações de Girard para uma equação de grau 4

A equação a0x4 + a1x3 + a2x2 + a3x + a4 = 0 possui como raízes os termos r1, r2, r3 e r4, nesse caso:

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados