Colégio Web

Economia

Publicidade

Economia 

As principais atividades econômicas do Japão circulam entre as ilhas de Hokkaido, Honshu, Shikoku e Kyushu. 

Agricultura 

O Japão tem disponível em torno de 14,7% da sua área para o cultivo, e mesmo tendo uma ótima produção, não é o bastante para o sustento de toda a sua população, e é necessário importar alimentos como açucar, trigo, soja, entre outros. 

Houve um considerável aumento na produção de frutas e hortaliças no país. Devido à falta de boas pastagens, a pecuaria é ralativamente pequena. 

Pesca 

O Japão é o terceiro maior produtor de pescado do mundo por tonelada, altamente desenvolvido. O Japão está localizado em uma região que favorece muito a prática da pesca. 

A pesca é também uma fonte de alimento para os japoneses, e devido a isso é considerada uma atividade de grande importância para o país. Além disso, no país há um alto consumo de frutos do mar e cultivo de ostras e pérolas.
 
Infelizmente, há uma diminuição de peixes no litoral japonês, por causa da fortíssima poluição, causada por detritos e esgotos industriais.

Recursos Minerais 

O Japão é considerado um dos países que mais importa materia prima, possuindo recursos minerais o suficiente como: carvão,chumbo,calcário entre outros. 

Energia 

A setor industrial é o maior consumidor de energia do Japão. 

O petróleo importado fica com 75% e o carvão com 15% da enregia consumida. 

Indústria 

Após a Segunda guerra o Japão teve seu desenvolvimento industrial avançado e seus maiores contribuintes para isso foram: 

*acordo para os financiamentos norte-americanos 

* expansão do mercado interno. 

* aperfeiçoamento técnológico. 

* muita mão-de-obra barata e com ótima capacidade técnica. 

As principais indústrias do país são: eletrônica, contrução naval, siderurgica, metalúrgica, têxtil e automobilistica. 

A Guerra do Aço foi uma consequencia das tendências de relocalização industrial impulsionadas pela globalização

Podemos observar no grafico a baixo a produção mundial de aço bruto-2000. 

Os principais países desenvolvidos perderam suas participações na produção global, alguns sofreram conseqüencias econômicas arruinadoras do colapso da União Soviética (ex: Russia e Ucrânia). Já os países subdesenvolvidos passaram por um ótimo desenvolvimento(ex: china,Coreia do sul e Índia). A China se destaca dos demais países sendo considerada o maior produtor mundial.
 
Com a técnica moderna de produção siderúrgica surgiu uma grande economia de minério de carvão. Para esclarecer melhor as mudanças temos o Japão como exemplo um dos maiores produtoes mundiais, que não possui carvão e minério de ferro. As locações marítimas das industrias siderúrgicas tornou-se uma tendência global. 

Transporte 

No Japão são usados todos os tipos de transporte, desde bicicletas até o Shinkansen (trem-bala) um dos trens mais rápidos do mundo, ligando algumas das principais cidades do Japão, chegando a uma velocidade máxima de 270 quilômetros por hora. Os trens funcionam com um horário rígido e chegam exatamente na hora prevista. 

As rodovias são um dos mais importantes elos do sistema de transporte. O Japão possui mais de um milhão de quilômetros de estradas. As ferrovias são vias de transporte muito eficientes. 

O transporte marítimo e aéreo também é muito usado no Japão. 

Comércio Externo 

A exportação gera altos rendimentos, enquanto a importação cria baixos custos, isso se resulta em superávit. 

Exportação 

O ano de 1950 se destaca por representar metade do valor das exportações do país, em produtos de indústria leve. Em 1980 mais de 50% do valor das exportações era originária dos produtos da indústria pesada. 

Alguns dos produtos mais exportados durante o ano de 2002 foram: aço, têxteis, navios, automóveis, eletrônicos entre outros. 

Importação 

Entre os principais produtos de importação os de maior destaque são: minérios, ferro, carvão entre outros. 

No ano de 1950 os principais produtos de importação do país eram os alimentícios e maquinários. 

Já no ano de 1980, as importações representavam mais de 50% em matérias-primas industriais, combustíveis, minerais e alimentos. 

Com o passar do tempo o Japão teve a necessidade de importar algumas matérias-primas como o minério de ferro e o petróleo.

O Japão apresenta em sua balança comercial alta taxa de superávit, especialmente com o seu principal aliado comercial, os EUA, que é um país que também apresenta uma balança com déficit, e por isso pressiona o Japão para que importe cada vez mais os seus produtos.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados