Colégio Web

Barbitúricos

1O barbitúrico é um tipo de calmante e sedativo que provoca alterações nas capacidades que envolvem o raciocínio, coordenação motora e concentração. Quando ingerido em excesso, afeta várias funções do sistema respiratório e cardiovascular, podendo levar a estados de coma.

Publicidade

É possível enumerar diversos efeitos decorrentes do uso indiscriminado e abusivo dos barbitúricos. Observe algumas dessas consequências.

Dependência física: no quadro de dependência física, quando ocorre uso repetitivo de barbitúrico, acaba sendo marcado por grandes prejuízos no sistema nervoso central. Transtornos fisiológicos acabam levando ao uso continuado da substância e, inevitavelmente, o paciente passará por processos e sintomas de abstinência quando procurar sair do quadro.

Dependência psicológica: em casos como esses os viciados ficam obcecados para encontrar a droga e insistem em usá-la mesmo sabendo de todos os prejuízos causados ao estado psicológico.

Tolerâncias: os casos de tolerância são bem pouco frequentes. O uso da droga implica em doses cada vez maiores para que se consiga chegar aos efeitos habituais.

Quadro diversos de depressão: quem faz uso do barbitúrico já sabe que terá que enfrentar diferentes quadros de depressão, a começar pelo respiratório, sistema nervoso central e regiões do sistema límbico, hipotálamo e córtex cerebral. Até mesmo os centros termorreguladores são atingidos, bem como os centros vasomotores localizados na medula.

Sintomas mais visíveis

O paciente começa a observar um quadro de redução no volume da urina muito em função das mudanças hemodinâmicas dos rins. A elevação do quadro de secreção dos hormônios antidiuréticos hipofisários também é visível.

Com interferência no elo transmissor dos sistemas nervosos periféricos, acaba havendo interferência nos sistemas autonômicos ganglionares e na região dos neurotransmissores e sistema nervoso central.

A sensação de anestesia constante, casos de vertigem e espasmos da laringe também são comuns. O barbitúrico também potencializa o efeito do narcótico ou do álcool e provoca crises de soluço.

O indivíduo desenvolve a sensação de que está sedado e passa a estimular os sistemas microssomiais enzimáticos, o que eleva a capacidade de degradação de diversas drogas.

E o quadro de abstinência?

2Em caso de abstinência do barbitúrico, a moderação é bastante delicada e apresenta os seguintes sintomas:

Quando em posição de pé, hipotensão arterial
Suor em excesso
Reflexos com altos graus de hiperatividade
Náusea
Vômitos
Ansiedade
Surtos de apreensão
Quadros de taquicardia
Tremores e abalos musculares

Em casos mais graves, são observadas convulsões, obnubilação, alucinação visual, desorientação, delírios semelhantes àqueles que ocorrem nos momentos de abstinência alcoólica.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados