Colégio Web

Dissertação expositiva e argumentativa

2Desde sempre a redação obteve grande importância nos vestibulares e concursos. Mais recentemente, por conta do ENEM, a redação dissertativa ganhou ainda mais destaque no universo dos estudos. Quase nunca um vestibular solicitará uma prova de redação narrativa. Sempre se dá preferência à dissertação.

Publicidade

É um tipo de texto mais usado porque exige do candidato uma boa análise, excelentes doses críticas, compreensão ampla de temas propostos. Além disso, pede uma estruturação de parágrafos bem coesa. Daí a importância de termos que aprender a construir introduções, parágrafos de desenvolvimento e, por fim e não menos importante, a conclusão. A dissertação, como tudo na vida, tem início, meio e final.

Outro aspecto importante diz respeito à linguagem utilizada. Ela não segue formas padrões, jamais admite o uso de expressões pejorativas, coloquiais ou gírias. No texto dissertativo não há espaço para tal.

Tipos de dissertação

1Até aqui, já compreendemos o porquê da dissertação estar tão em voga. O que precisamos entender agora é que não existe apenas um tipo de dissertação. Falaremos com mais detalhes sobre os dois tipos existentes: argumentativo e expositivo.

O expositivo é voltado para aqueles fatos que estão sendo focados e discutidos pela grande mídia. É um tipo de acontecimento inquestionável, mesmo porque todos os detalhes já foram expostos na televisão, rádio e novas mídias. Assim, uma dissertação expositiva sobre fato popular vai verbalizar o assunto, vai apontar novos aspectos. Não é estritamente um debate.

Já o texto dissertativo argumentativo vai fazer uma reflexão maior sobre os temas. Os pontos de vista devem ser declarados em terceira pessoa, há interações entre os fatos que se aborda. Tais fatos precisam ser esclarecidos para que o leitor se sinta convencido por tal escrita. Quem escreve uma dissertação argumentativa deve saber persuadir a partir de sua crítica de determinado assunto. A linguagem jamais poderá deixar de ser objetiva, com fatos reais, evidências e concretudes.

O ideal é que as exposições sejam claras, com argumentação coerente, boa estruturação e lógica das ideias.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados