Colégio Web

Emprego da partícula “se”

Publicidade

“André machucou-se.” Se = pessoal reflexivo – Objeto Direto
Os cachorros machucaram-se uns aos outros. Se = pessoal recíproco – Objeto Direto
As crianças deixaram-se ficar na praça. Se = pessoal reflexivo – Sujeito simples de ficar
As professoras arrependeram-se. Se = pronome fossilizado 

O pronome faz parte integrante do verbo. Analisa-se junto dele.
Só com os verbos essencialmente pronominais. 

Os alunos riram-se Se = pessoal – Expletivo – sem função sintática. Realce, estilístico.
Vendem-se cartões. Consertam-se panelas. Se = apassivador em oração com sujeito.
Vive-se feliz. Luta-se. Se = índice de indeterminação do sujeito

Conjunção: 

a) Estarei aqui amanhã, se Deus quiser. Se = conjunção subordinada condicional
b) Não sei se iremos. Se = conjunção subordinada integrante 

Substantivo: 
Matheus sempre acha um sê para não ir para a escola.
Se = comum (palavra substantivada pela anteposição do artigo). Função sintática de objeto direto.

Partícula de Afirmação: 
Você gostou da festa de ontem?
-Se gostei (sem dúvida nenhuma; gostei sim) Se = adjunto adverbial de afirmação. 

O "se" acusativo pode fazer o papel de sujeito de um verbo no infinitivo: 

Exemplo: Julia deixou-se entrar no quarto. Se = sujeito acusativo do verbo ficar 

O "se" indetermina o sujeito
Vive-se feliz. 

1 – O verbo é intransitivo (o verbo é de predicação completa isto é, não tem complemento) 

Exemplo:
Dorme-se bem no sítio.
Corta-se cabelo aqui. 

O verbo é intransitivo, está na 3ª pessoa do singular e tem a partícula "se" Neste caso a palavra "sê" é índice de indeterminação do sujeito, ou seja, o sujeito é indeterminado. 

2 – O verbo é transitivo indireto (o verto tem como complemento um objeto indireto) 

Exemplo:
Precisa-se de garçonetes.
Precisa-se de papéis.
Necessita-se de mais pessoas

O verbo é transitivo indireto está na 3ª pessoa do singular e tem a partícula "se" neste caso a palavra "se" é índice de indeterminação do sujeito, ou seja, o sujeito é indeterminado. 

3 – O verbo é transitivo direto (o verbo tem como complemento um objeto direto) 

Exemplos:
Vende-se sorvete
Consertam-se televisores
Compram-se cartões
Alugam-se casas.
 

O verbo é transitivo direto, está na 3ª pessoa do singular, tem a partícula "se", neste caso a palavra "se" é partícula apassivadora e o objeto direto, neste caso, passa a ser sujeito na voz passiva. 

Observe se o verbo tiver um objeto direto preposicionado e se o verbo estiver na 3ª pessoa do singular e têm a partícula "se" é índice de indeterminação do sujeito 

Exemplo: Ama-se a pátria.
O sujeito é indeterminado

 
OBS: Às vezes no uso da palavra "se", pode ocorrer ambigüidade, ou duplicidade, tanto de sentido quanto de análise. Mas isto pode ser resolvido: 

– Maltratam-se os leões. 

Voz passiva:  Os leões são maltratados. 

Reciprocidade:  Uns leões maltratam os outros. 

Reflexividade:  Cada um dos leões maltrata a si mesmo.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados