Colégio Web

Como se descreve

2Os textos descritivos não devem ficar limitados por noção de tempo ou espaço. Uma boa descrição não pode ser estática. Não definir ordens físicas é um excelente começo para se descrever bem. A descrição vai ter maior presença de substantivos, locuções adjetivas e adjetivos diversos. O verbo vai aparecer menos e, quando surgir, em modalidade de verbos de estados: ser, estar, parecer, permanecer, ficar, continuar, tornar-se, andar.

Publicidade

Para que a descrição fique ainda mais interessante, nada melhor que o uso da linguagem dinâmica, com clareza. O vocabulário diverso, rico, com comparação ou enumeração também agradará o leitor. Boas figuras de linguagem podem ser bem explorados e apresentar os objetos descritos de forma rica, com maior profundidade do texto.

Aspectos físicos

1O aspecto físico de cada objeto descrito deve ser um ponto de atenção. Assim, a objetividade é uma das regras. Porém, quando se descreve um estado emocional ou psicológico, claro que a subjetividade também vai aparecer. Na boa descrição, haverá um equilíbrio para esses dois momentos. Aquilo que é descrito vai aparecer com diferentes facetas e vertentes.

Quando se descreve um indivíduo, um personagem humano, todos os detalhes físicos devem ficar claros. Em seguida, também produzir bem o perfil psicológico, comportamental, apresentar elementos do caráter, humor e personalidade. Isso aparece naturalmente no texto a partir do convívio com o personagem, da sua observação em relação às atitudes que assume.

E quando se descreve um lugar? Também deve se priorizar elementos físicos dos ambientes sociais, falar sobre o traço econômico e político. Já os objetos serão predominantemente descritos em seus traços físicos, com vários esboços das sensações para que o leitor fique curioso de imaginar tal objeto no plano do real.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados