Colégio Web

Você sabia que as dunas podem se mover?

Publicidade

Em primeiro lugar, é importante explicarmos o que são e como são formadas as dunas.

Dunas são formas de relevo constituídas a partir da acumulação da areia, culminando em uma pequena ou grande elevação superficial, a partir da ação dos ventos, que são responsáveis por desgastar as rochas e transportar seus sedimentos ou ainda de mover pequenos grãos já existentes na superfície terrestre.

Para se formar, uma duna precisa de uma grande quantidade de areia solta em uma área de baixa vegetação, vento e brisa que movimentem os grãos de areia e algum obstáculo como uma árvore ou uma pedra que seja capaz de levar a areia a se assentar.

Com a combinação desses três fatores, uma duna será formada.

Dunas

Mas a mudança de local dela se dá de que maneira? Como é feito esse deslocamento de areia?

Nas próximas linhas, daremos um passo a passo de como funciona esse processo de deslocamento das dunas.

Como ocorre o deslocamento das dunas

1# – Primeiramente, a areia entra em movimento e continua se deslocando até que um obstáculo faça com que ela tenha que parar.

2# – A partir de então, os grãos mais pesados irão se acomodar junto ao obstáculo formando uma pequena elevação, uma espécie de um calombo, já que esse obstáculo vai bloquear a força do vento e os grãos mais leves se depositarão no lado oposto.

3# – Dessa maneira, a superfície que estará de frente para o vento, formará um pico e os grãos de areia mais leves vão deslizar pela face oposta, criando uma face de deslizamento.

4# – É assim que uma duna de areia vai se movendo ao longo do tempo.

Basicamente, é como se ela rolasse, sem deixar de manter o seu formato.

Essa migração de areia é um fenômeno realmente muito interessante e surpreendente. A forma como costuma ocorrer faz com que pareça ter vida nesses grãos de areia. No entanto, convém lembrar que, em alguns casos, essa migração de areia pode ser considerada prejudicial para a agricultura local e para as pequenas cidades.

Duna

Como isso?

Vamos usar o exemplo da China. Nesse país existem dunas que costumam avançar até cerca de 20 metros por ano na direção de aldeias localizadas nas proximidades.

Em alguns casos, é necessário usar cercas para conseguir deter esse fenômeno e impedir que a migração de areia possa tomar proporções indesejadas afetando a convivência humana, como nesses casos que exemplificamos.

Há também quem opte por derramar petróleo cru na areia como forma de impedir essa movimentação. De qualquer forma, é preciso lembrar que essa não é uma das maneiras mais ecológicas de se evitar transtornos com a movimentação das dunas.

Vale ressaltar que as dunas possuem funções como conter a força dos ventos no litoral, proteger o solo, conter o avanço da água do mar, reduzir a penetração da água salgada do mar no lençol freático, entre outras.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados