Colégio Web

Vale a pena fazer cursinho?

Publicidade

Para muitos jovens próximos da idade de prestar vestibular, muitas são as dúvidas que pairam sobre suas cabeças, já que eles terão pela frente opções que poderão definir suas vidas de um modo determinante.

Portanto, é essencial que a escolha seja feita da melhor maneira possível levando em conta todos os detalhes, como qual será a universidade escolhida, qual o curso será o escolhido, qual será a segunda opção, entre tantas coisas.

E por este motivo, é fundamental se preparar bem, e investir muito nesta preparação, o que pode colocar o cursinho pré-vestibular como uma boa opção a ser cogitada pelo jovem nesta fase da vida.

Pois diante disto, vamos listar neste artigo importantíssimo, os prós e os contras desta opção, para que os jovens possam ter uma ideia clara que mostre se realmente vale a pena fazer cursinho ou se não vale a pena.

Cursinho

Para quem deseja prestar vestibular em uma boa universidade, que é mais concorrida do que as outras, talvez a opção por fazer cursinho seja a mais adequada, já que o nível de preparação será bem maior com o cursinho.

Em um cursinho de boa qualidade, o estudante passa a ter acesso a informações que em muitos casos não surgem nas aulas das escolas tradicionais, em uma espécie de intensivão que aborda tudo que será necessário para um bom resultado no vestibular.

Outra vantagem reside no fato de que o cursinho normalmente é de “tiro curto”, o que pode ser muito interessante para quem procura algo que não demande tanto tempo, mas que ajude em muito na preparação para as melhores universidades do país.

Cursinhos

Para quem não acredita um cursinho também pode apresentar suas desvantagens, principalmente para quem não irá prestar vestibular em uma universidade concorrida e com processo seletivo mais difícil.

Pois um cursinho é essencial para quem pretende prestar vestibular em uma boa universidade pública, mas para quem irá prestar vestibular em uma universidade que não é tão concorrida, ele pode ser desnecessário.

E a falta de necessidade de fazer um cursinho pré-vestibular também fica evidente quando o jovem decide ingressar em uma universidade particular, que normalmente apresenta um processo de vestibular que nada mais é do que uma mera formalidade, já que elas dificilmente são concorridas demais.

Portanto, quando analisamos os prós e contras, fica fácil definir que vale a pena fazer cursinho, mas apenas se você for prestar vestibular em uma universidade concorrida.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados